Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, Congresso de Administração do Sul de Mato Grosso - 2016

Tamanho da fonte: 
A GESTÃO PATRIARCAL DAS COMPETÊNCIAS GERENCIAIS EM UM PROCESSO DE SUCESSÃO ORGANIZACIONAL
Evelin Caroline Paula

Última alteração: 22-01-17

Resumo


No mundo corporativo busca-se atuar com êxito na área mercadológica desejada visando à continuidade e ao crescimento da organização ao longo do tempo. Os esforços necessários para alcançar os objetivos empresariais são complexos e as variáveis influenciadoras internas e externas à organização são muitas, todavia o uso de competências gerenciais adequadas à organização tende a potencializar as chances de alcançar os resultados esperados.

Desta forma, o objetivo deste estudo é analisar as percepções do proprietário-fundador sobre as competências gerenciais necessárias para ocorrer um processo de sucessão organizacional. O lócus da pesquisa foi em uma empresa familiar no segmento do agronegócio situada no sul do Mato Grosso. Os procedimentos metodológicos foram embasados em uma pesquisa teórico-empírica de caráter qualitativo e o tratamento dos dados foi realizado através da análise de conteúdo, que propiciou uma reflexão aprofundada sobre a percepção intelectual com foco nas competências gerenciais requeridas por um chefe de família para dar continuidade no seu negócio, por meio da gestão de seus filhos.

A importância deste estudo está na obtenção de conhecimento analítico da concepção do proprietário-fundador em relação aos seus herdeiros, vários aspectos são envolvidos, entre eles, o anseio em lidar com sucessores com um alto grau de parentesco, envolvendo laços afetivos e profissionais.

 


Palavras-chave


Competências Gerenciais. Sucessão Organizacional. Gestão Patriarcal.

Texto completo: PDF