Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
SABERES DOCENTES EXPRESSOS NA FALA DE PROFESSORES PEDAGOGOS SOBRE O ENSINO DA MATEMÁTICA NO 6º ANO - 3ª ETAPA DO 2º CICLO
Rosilda da Silva Fonseca, Gladys Denise Wielewski

Última alteração: 26-09-17

Resumo


Com a implantação do Ciclo de formação na Rede Municipal de Educação de Cuiabá no ano 2000, os professores pedagogos começaram a assumir gradativamente as aulas do 6º ano – 3º etapa do 2º Ciclo do Ensino Fundamental, aulas até então, ministradas por professores de área. Com a implantação do ensino de 9 anos, Cuiabá viu sua demanda de aluno da Educação Infantil crescer, e tendo como foco a qualidade do ensino dos anos iniciais, em um acordo feito entre Estado e Município, deu-se início ao redimensionamento gradativo do terceiro Ciclo formado pelo 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental para rede estadual de ensino. Isso fez com que, os professores pedagogos assumissem de fato esta etapa final, tornando-se professor regente do 6º ano. Para analisarmos como estes pedagogos estão se sentindo com essa nova atribuição, desenvolvemos nossa pesquisa com a seguinte temática: “Saberes docentes expressos na fala de professores pedagogos sobre o ensino da Matemática no 6º ano - 3ª etapa do 2º ciclo”. Temos como proposta de discussão a formação inicial deste profissional, os desafios e dificuldades por eles enfrentados para o ensino dos conteúdos da Matemática no 6º ano e chegarmos a resposta do nosso problema que se apresenta a partir do objeto de investigação que é: Que saberes o professor pedagogo tem sobre o ensino da matemática no 6º ano? Temos como objetivo analisar qual(ais)  saber(es) ele utiliza para ensinar Matemática no 6º ano. Saberes esses que segundo Tardif (2011), seriam da sua Formação Profissional, Disciplinares, Curriculares e/ou Experienciais. A análise documental da nossa Pesquisa terá como foco, verificar de que forma esses saberes de referência e pedagógicos para a docência, são contemplados no(s ) Curso(s) de Pedagogia. Analisaremos no PPC da(s) Instituição(ões) de Ensino Superior – IES, a Matriz Curricular e a ementa das disciplinas que estão voltadas à formação Matemática do(s) Curso(s) dos participantes da pesquisa. Traremos para nos auxiliar em relação aos conteúdos de matemática do 6º ano, a Matriz Curricular de Referência da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá, os PCN’s - Parâmetros Curriculares Nacionais de Matemática (2008). Como aporte teórico Tardif (2011) que nos permitiu realizar nossa investigação nos Saberes Docentes, para nos dar suporte na referência sobre a implantação do Ciclo de Formação em Cuiabá, utilizamos o Livro Sarã – Cuiabá nos Ciclos de Formação (2000). Elegemos quatro Escolas Municipais de Cuiabá/MT como lócus da nossa pesquisa. Convidamos especificamente os professores pedagogos que atuavam com o ensino da Matemática no 6º ano há pelo menos um ano para participarem da pesquisa, os mesmos responderam um questionário de caracterização pessoal e uma entrevista na modalidade semiestruturada gravada em áudio. Nossa pesquisa encontra-se em andamento. Diante da análise preliminar dos dados produzidos podemos perceber que os professores deixaram evidente que encontraram dificuldades no ensino da Matemática no 6º ano, e que suas formações iniciais não lhes deram suporte para assumirem essas aulas.

Palavras-chave:  Saberes Docentes. Formação de Professores. Ensino da Matemática