Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
UMA REFLEXÃO DOS ARTIGOS SOBRE AGROECOLOGIA PUBLICADOS NA SCIENTIFIC PERIODICALS ELETRONIC LIBRARY - SPELL
Evelin Caroline de Paula

Última alteração: 01-10-19

Resumo


RESUMO

Este estudo objetivou descrever a Agroecologia na abordagem da pesquisa científica, fazendo um levantamento bibliométrico dos artigos encontrados na base da SPELL entre os anos 1996 e 2018, enfatizando a importância deste método nos estudos organizacionais, pois é um sistema de indexação, pesquisa e disponibilização gratuita de produção científica, particularmente das áreas de Administração Pública e de Empresas, Contabilidade e Turismo. A Agroecologia oriunda-se como um elo de desenvolvimento e sustentabilidade, possibilitando uma nova dimensão de transformação, interação, inclusão e preservação ambiental. Utilizou-se como procedimento metodológico, levantamento no banco de dados da SPELL (Scientific Periodicals Eletronic Library), de artigos que continham, em suas palavras-chave, “agroecologia”. Foram encontrados 12 (doze) artigos relacionados ao tema. Por meio deste levantamento, buscou-se uma base para realizar as reflexões acerca da Agroecologia, com isso, trata-se de uma abordagem teórica de caráter qualitativo descritivo. Desta forma, pode-se indicar pelo quantitativo de artigos que a temática em estudo ainda é pouco publicada nas revistas, pois é uma abordagem inovadora para a área rural. Porém, entende-se que as áreas de gestão, administração com foco em produtores rurais da agricultura familiar têm feito mais pesquisas sobre percepções e experiências vividas, tentando uma aproximação maior com o fenômeno Agroecológico, o que tem aumentado a compreensão e o relacionamento interpessoal dentro das organizações rurais. Nesse sentido, os artigos catalogados eram referentes aos anos 1996 a 2018. De 1996 a 2012, foram encontrados 08 (oito) artigos, em diferentes anos, em 2013 foram encontrados 02 (dois) artigos e de 2016 a 2018, foram identificados 02 (dois) artigos. A revista que mais publicou artigos sobre o tema Agroecologia foi a RAP- Revista de Administração Pública, tendo até o presente momento 03 (três)  publicações. Em relação à Quantidade de Publicações por Instituições de Ensino Superior (IES), a que teve mais publicações foi a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com 04 (quatro) publicações sobre Agroecologia e em seguida a Universidade Federal do Rio Grande do Sul com 03 (três) publicações.  Sobre o método utilizado nas pesquisas, dos 12 (doze) artigos, notou-se que, 10 (dez) são classificados como qualitativos e 02 (dois) como misto, ou seja, utilizou-se o método qualitativo e quantitativo. Portanto, pode-se reforçar a ideia de Marconi e Lakatos (1999), que defendem que a pesquisa qualitativa tem como objetivo, analisar e interpretar aspectos mais profundos, descrevendo a complexidade do comportamento humano e ainda fornecendo análises mais detalhadas sobre as investigações, atitudes e tendências de comportamento. Sobre a estruturação do referencial teórico dos estudos, 05 (cinco) seguiram correntes teóricas e para facilitar a compreensão desta abordagem, todos os autores utilizaram um modelo teórico em suas publicações. Conforme os dados encontrados, a Agroecologia esta em constante desenvolvimento, é algo que foge da grande massa da produção agrícola e por isso tende-se causar muitas dúvidas e inseguranças em muitos produtores. Por fim, cabe enfatizar que a Agroecologia permite novas possibilidades de preservação ambiental.

Palavras-chave: Agroecologia. Bibliometria. Base de dados.