Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A CONSTRUÇÃO DE PERFORMANCES DE MASCULINIDADES NO JOGO TRUCO
Francisco Carlos Tavares, Clark Mangabeira Macedo

Última alteração: 11-10-19

Resumo


Este trabalho trata da construção de performances de masculinidades a partir do jogo Truco, no âmbito do Bar do Nata, na cidade de Salto do Céu. O truco, em geral, é jogado com apenas um baralho, retirando-se as cartas de número 8, 9 e 10, e obedecendo-se à sequência numérica decrescente das cartas de todos os naipes. O truco é disputado em rodas chamadas de “mãos”, ganhando o jogo quem completar 12 pontos. A dissertação dialoga teoricamente com pensadores como Huizinga, Caillois, Simmel, Benjamin, Elias, Dunning, Goffman, Turner, Neumann, dentre outros, tendo como pilar central a realização de pesquisa de campo etnográfica, envolvendo técnicas de observação participante e entrevistas. O presente trabalho tem como escopo, em um sentido mais amplo, descrever o estado geral do Truco no Brasil, compreender, em um sentido estrito, o jogo no âmbito do Bar do Nata e a construção de performances de masculinidades entre homens/jogadores. Sob esse olhar, a investigação ganha relevância oferecendo pistas significativas do cotidiano vivido pelas pessoas que jogam o Truco, frequentam o Bar do Nata, e que insinuam, sobremaneira, formas de dominação e estruturas de poder no processo de construção de masculinidades entre homens no universo situacional e oscilante de performatividades na cena do jogo, focalizando-se, portanto, a realidade urbana de Salto do Céu.


Palavras-chave


Jogo. Truco. Performance. Masculinidades