Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
DISPOSIÇÃO A PAGAR (DAP) PELO USO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO URBANAS DOS FREQUENTADORES DO ZOOLÓGICO DA UFMT EM CUIABÁ-MT EM 2019
Willian Douglas da Silva Reis

Última alteração: 08-10-19

Resumo


O objetivo deste trabalho analisa quais são os custos de manutenção e os valores percebidos pelos usuários como benefícios auferidos pelo consumo dos serviços oferecidos do Zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Cuiabá. A justificativa é a existência de um potencial excedente do consumidor, em consideração que a sociedade apropria de um valor superior ao custo de manutenção cuja a hipótese são os benefícios ofertados são superiores aos custos de manutenção. O objetivo geral é analisar o potencial de geração de externalidades positivas derivadas de um potencial de excedente de consumidor não apropriado e os objetivos específicos são caracterizar os usuários Zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Cuiabá, estimar a disposição a pagar (DAP) dos visitantes da área ambiental, calcular o custo total de funcionamento do Zoo/UFMT, estimar o potencial excedente do consumidor do Zoo/UFMT e relatar os problemas percebidos pelos consumidores ao visitar o ambiente natural. O referencial teórico caracteriza por conceitos primordiais da economia ambiental, cuja valora o bem econômico através dos métodos de valoração econômica dos recursos ambientais (VERA). A metodologia adotada é a valoração contingente por captar os valores de uso e não uso dos bens ambientais.


Palavras-chave


Zoológico da UFMT; Método de Valoração Contingente; Disposição a Pagar (DAP)