Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
OS SENTIDOS DA LEITURA LITERÁRIA PARA ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL
Karllene Silva dos Anjos

Última alteração: 19-09-19

Resumo


A leitura pode transformar o homem e a realidade que o cerca, contudo, há diferença entre ler uma notícia e ser um leitor crítico e reflexivo. No Brasil, segundo uma pesquisa realizada em 2016, pelo Instituto Pró-Livro, 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro. Esse levantamento apontou as principais razões citadas pelos indivíduos que não leem. As justificativas desses 44% vão desde a falta de tempo, a falta de disposição e paciência, até a dificuldade e desgosto pela prática. Para complicar um pouco mais, com o acesso a canais de TV, aos jogos eletrônicos e as redes sociais, separar uns minutos do dia para leitura vem sendo um desafio para a formação de leitores competentes. Considerando isso, a pesquisa objetiva investigar quem são os alunos que espontaneamente fazem retiradas de obras literárias de uma biblioteca de escola pública. Quais são suas motivações? Quais obras despertam seu interesse?  Quais os “sentidos” que esses indivíduos atribuem ao ato de ler? Por meio desse estudo e da busca de respostas às questões relacionadas, pretende-se contribuir com a reflexão sobre o espaço da leitura literária no contexto escolar e, a partir da compreensão desses sentidos, somar-se a pesquisas sobre os estudos de leitura e de formação do leitor, partindo da observação de sujeitos que já se constituíram leitores literários. A pesquisa é de caráter qualitativo do tipo estudo de caso e, por meio de dados numéricos, questionários e gravações, visa analisar os discursos e compreendê-los. Os sujeitos participantes são alunos do Ensino Fundamental da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus, de Rondonópolis. O grupo a ser pesquisado constitui-se de alunos que fazem, espontaneamente, retiradas de obras literárias da biblioteca escolar. As discussões teóricas dessa dissertação se calcarão em autores que discutem leitura e escola, formação de leitores, leitura literária, educação literária e o gosto pela leitura, dentre eles Jean Foucambert (1994), Ezequiel Theodoro Silva (2003) e Rildo Cosson (2006), além de outros que estarão compondo o arcabouço teórico dessa pesquisa.

 

Palavras-chave: Leitura literária, Formação do leitor, Educação literária.

 


Palavras-chave


Palavras-chave: Leitura literária, Formação do leitor, Educação literária.