Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O ENSINO DE GEOGRAFIA, USANDO IMAGENS, PARA ALUNOS DO 6° ANO, COM PROBLEMAS DE LEITURA
Roeder Paula Roeder

Última alteração: 10-10-19

Resumo


Resumo: Este projeto levanta uma problemática enfrentada por grande número de professores das escolas públicas no Brasil, a dificuldade de ensinar Geografia para alunos que não dominam adequadamente os códigos de leitura e da escrita, alunos que não estão completamente alfabetizados. Atualmente é grande o número de crianças que chegam ao ensino fundamental sem terem concluído o processo de alfabetização. Para conhecer esta realidade nas escolas públicas buscaremos compreender melhor dois fatores, que podem explicar porque é grande o número de crianças que chegam ao 6° ano do Fundamental II, sem terem completado o processo de leitura e escrita, não apresentando assim uma compreensão fácil e completa dos temas estudados em sala. O conhecimento social do aluno pode explicar muito sobre como ele se apresenta e comporta em sala de aula. BOURDIEU, no decorrer de inúmeros trabalhos defendia a ideia de que a escola, na hora de elaborar seus planos de aula e programar seus conteúdos, não leva em consideração a realidade social do aluno, dessa forma acaba ignorando completamente tudo que acompanha o aluno quando ele entra na escola, sua realidade social é deixada de lado e todos são tratados como iguais. Os objetivos principais são desenvolver conteúdos que se referem à categoria espaço geográfico e alfabetização geográfica criando atividades didático-pedagógicas na alfabetização geográfica para o 6º ano do Ensino Fundamental II relacionada à categoria espaço geográfico. Conforme Pontuschka, Paganelli e Cacete (2009, p.134) “A Geografia possui teorias, métodos e técnicas que podem auxiliar na compreensão de questões ambientais no aumento da consciência ambiental das crianças, jovens e professores”. Em uma disciplina como a Geografia, que tem o objetivo de desenvolver habilidades e competências relacionadas a localização, a observação direta, a descrição das paisagens com a explicação e comparação de fenômenos que resultam da interação homem ao meio, e que se materializam em paisagens, as imagens cumprem uma importante função como recurso didático. Este projeto de pesquisa visa conscientizar o professor de Geografia quanto a necessidade do uso da linguagem imagética no decorrer de suas aulas. Este trabalho pode ser um indício de que algo precisa mudar e de que novas formações são necessárias, buscando um foco direcionado para o estudo da leitura de imagem como ferramenta a ser utilizada em sala durante as aulas de Geografia.

Palavras-Chaves: Alfabetização, Método e Técnica.