Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O Secretário escolar e a gestão democrática
Gisele Silva David Camargo, Lindalva Maria Novaes Garske

Última alteração: 26-09-19

Resumo


Esta pesquisa está inserida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis. Tem como objeto de estudo a participação do secretário escolar na construção da gestão democrática educacional a fim de problematizar as relações e contradições existentes entre os preceitos da Lei de gestão democrática no Estado de Mato Grosso e as vivências do secretário escolar como membro da equipe gestora. Dessa forma, nosso objetivo geral é analisar a participação do Técnico Administrativo Escolar (TAE) – lotado na função de Secretário Escolar - no processo de construção da gestão democrática nas escolas públicas estaduais de Rondonópolis/MT. Temos como objetivos específicos compreender os significados que os secretários escolares atribuem na relação entre o exercício de sua função e a gestão democrática; averiguar se existe democratização nas relações administrativas cotidianas que possibilite a autonomia e abertura para participação do secretário escolar na gestão da escola; proporcionar uma reflexão crítica sobre a função do secretário nas escolas públicas estaduais, para que a participação do mesmo seja significativa, contribua na qualidade do ensino e para a gestão democrática. A pesquisa justifica-se pela necessidade de refletir sobre a atuação dos secretários escolares compartilhando sentidos, significados e percepções para que possam surgir interpretações que ajudem a fortalecer a participação desses profissionais na gestão democrática da escola. A pesquisa ainda não possui resultados parciais, pois se encontra em andamento, nessa primeira fase estão sendo realizados levantamentos bibliográficos, leituras e o delineamento metodológico para investigação. A metodologia mais apropriada para esta investigação é a metodologia de ação comunicativa, fundamentada na Teoria da Ação Comunicativa, do filósofo e sociólogo alemão Jürgen Habermas, e na perspectiva de dialogicidade do filósofo e educador brasileiro Paulo Freire. Quanto aos procedimentos adotados para coleta de dados, serão realizados por meio do grupo de discussão comunicativo. Os participantes da pesquisa serão quatro TAEs lotados na função de secretário escolar em escolas públicas estaduais de Rondonópolis/Mato Grosso. Pretende-se contribuir com o debate acerca do fortalecimento da gestão democrática da educação e com os estudos que contemplem os profissionais da educação da área 21.

Palavras-chave


Gestão Democrática; Profissionais da Educação; Secretário Escolar