Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
CARACTERIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS-MT SOB UMA ANÁLISE DA PERSPECTIVA ECONÔMICA E DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PARA MUNICÍPIOS (IDSM).
Rodrigo Berger Belin, Ricardo Neponuceno, Luís Otávio Bau Macedo

Última alteração: 02-10-19

Resumo


O presente trabalho caracterizou o desenvolvimento sustentável de Rondonópolis-MT, através da análise de conjuntura econômica e do índice de desenvolvimento sustentável (IDSM) no período de 2010 a 2018. Apresentou-se a origem da sustentabilidade e os principais conceitos sobre o tema, dentre eles se destaca que estes conceitos podem ser interpretados basicamente em três principais eixos fundamentais, que são: o crescimento econômico, a preservação ambiental e a equidade social. A proposta do artigo foi a utilização de um indicador para mensurar o grau de sustentabilidade dos municípios, nesse caso, o Índice de Desenvolvimento Sustentável para Municípios (IDSM). Para calcular o IDSM considera-se valores quantitativos de 44 indicadores de sustentabilidade, contidos em cinco dimensões: Social, Demográfica, Econômica, Político-institucional, Ambiental e Cultural. Foi apresentado as características de sustentabilidade que implicam na necessidade de se estabelecerem parâmetros para o desenvolvimento do estudo em questão. Partindo desses pressupostos é que a metodologia para o cálculo do IDSM foi construída e, no presente caso, a mesma foi utilizada para avaliar o nível de sustentabilidade do município de Rondonópolis no Estado de Mato Grosso. Neste trabalho demonstrou-se que o nível de sustentabilidade de Rondonópolis apresentou desempenho aceitável, com IDSM de 0,5155. Desta forma, evidenciou-se que esse índice está próximo do nível de alerta, portanto, é necessária a implementação de políticas públicas principalmente nas dimensões cultural, político-institucional e demográfica, mais especificamente na dimensão político-institucional, cujo índice foi de 0,3275. Por outro lado, o índice que atingiu maior aceitabilidade foi a Ambiental com índice de 0,7114, acompanhado das dimensões Social e Econômica. Contudo, a contribuição deste trabalho fomenta o debate sobre a sustentabilidade, que deve sair do plano teórico para o prático, mudando os rumos das políticas públicas, a fim de alcançar uma sociedade mais justa e equilibrada, cooperando, efetivamente, para o desenvolvimento do município e da região.


Palavras-chave


Sustentabilidade; desenvolvimento econômico regional; índice de desenvolvimento sustentável para munícipios