Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Opressão e consciência num viés para esperança e emancipação numa visão Freiriana
Tiago Alberione da Silva Botelho, Ademar Lima de Carvalho

Última alteração: 23-09-19

Resumo


A pedagogia de Freiriana em tempos atuais vem nos mostrar o quão é tão importante para o ser humano num processo de construir e re-construir o pensamento e mediante disto possamos ver a capacidade  do ser humano à reflexão e neste ato de pensar e repensar o dá como vemos o mundo. Na  lógica  Freiriana, também nos faz ampliar a a visão de mundo.  Quando Paulo Freire diz que somos seres inacabados sempre revisando o nosso histórico de mundo e também como pessoa há uma grande mudança interna que é chamada de uma processo de  reconstrução, voltando o nosso olhar para si e com um grande questionamento nos interpela: “Quando não somos oprimidos somos seres da vida e da liberdade? Então, esta pergunta nos está interligada com o pensamento de Paulo Freire.

O oprimido só se liberta quando há esperança. O ser humano sem esperança não tem autonomia de si e nem a projeção no ate de se libertar. Ou seja, Será oprimido pelo opressor e não consegue ver a realidade em todos os âmbitos. Quando tocamos e internalizamos a palavra “esperança” nos remete a que: a esperança brota do nosso coração onde o oprimido se sente acolhido com a forma que é tratada. A esperança do oprimido o faz abrir os olhos, sendo assim, este vê as injustiças sociais e também percebe que o outro é oprimido ao longo da história.

Minha atual temática é demonstrar que o pensamento de Paulo Freire é de grande relevância nos tempos sombrios de hoje onde o ser humano está perdendo algo que é seu: A liberdade e também a sua autonomia no ato livre de pensar. Sua antropologia filosófica Freiriana venho destacar quatro categorias muito importantes na pedagogia  de Paulo Freire, que é a Opressão, libertação, esperança e autonomia. Mediante delas dá estrutura e nos faz emancipados e construtores da nossa própria história.

Ao observarmos a historicidade de Paulo Freire e inúmeras contribuições em vários âmbitos não somente na educação brasileira e sim no mundo percebe-se que sua filosofia tem um norte numa ótica da educação multicultural, moral e ética com intuito da libertação e a transformação contínua do ser humano. O pensamento de Freire é atualíssimo no ramo da educação e também de outros ramos de estudo que tem com base de sustentação o pensamento de Freire o que é o ser humano quando faz uso da razão para o bem do próximo.

A sua dialética que possamos dizer que quase é o seu eixo principal é a humanização para todos. Uma sociedade mais humana, mais aberta ao diálogo, menos rejeição ao diferente, o ato de reflexão e reconstrução de uma sociedade e também uma reconstrução do ser humano ser mais justo e proporcionando a todos a chegar a felicidade.