Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A FORMAÇÃO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO NO CAMPO DA SAÚDE: a prática docente do Enfermeiro
Karla Caroline Araújo Silva

Última alteração: 23-09-19

Resumo


O enfermeiro, com formação bacharel, ao inserir-se na docência tem uma barreira significativa a enfrentar, fazendo com que busque por uma formação docente urgente e cada vez mais necessária, fato este, por não serem contemplados, na formação superior, pela licenciatura. A falta de exigência de formação pedagógica para o exercício da docência superior possibilita a precarização da formação inicial nesse nível de ensino, pois tão importante quanto o professor dominar os conteúdos em uma área específica é fazer com que eles tenham sentido prático na vida acadêmica dos educandos. Outro fator que dificulta esse desenvolvimento docente é a ausência de políticas educacionais que vise a formação humana, planejamentos, ações e ascensão a todos, enquanto oportunidade de adentrar ao ensino superior, associado as grandes dificuldades econômicas, desemprego e baixa renda, que faz com que torne-se intrínseca a necessidade do Estado incluir a educação ao mundo globalizado, trazendo conosco um grande receio quanto a qualidade da formação humana e de profissionais e de instituições de qualidade. A função do docente na enfermagem não difere de nenhuma formação de licenciatura. Todos devem estar capacitados e preparados para todos os dilemas de uma sala de aula e mudança de mundo. Para tanto, precisa de preparo através da educação permanente e continuada, o que dependerá da instituição e, consciência para manter uma educação de qualidade com o objetivo de formar profissionais humanizados e com percepções social e política. Contudo, para que possamos conhecer a realidade da formação docente dos professores da área das ciências da saúde, busca-se através do projeto de pesquisa apresentado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis (PPGEdu/UFMT/CUR) pesquisar a formação dos professores dos cursos de graduação em Enfermagem no município de Rondonópolis – MT. Objetiva-se assim analisar sua prática e a relação aluno - professor, a formação permanente e continuada do professorado, conhecer o método utilizado no projeto pedagógico dos referidos cursos, investigar os recursos fornecidos pela instituição para a formação do alunato. Como metodologia será realizado um estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativa, considerando como método a dialética. A pesquisa será realizada com professores dos cursos de graduação em enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso – Campus de Rondonópolis e da Universidade de Cuiabá, campus Rondonópolis. Inicialmente será realizado uma seleção dos professores, com mínimo de cinco anos de experiência na docência e com o consentimento destes serão realizadas entrevistas semiestruturadas e observações de suas práticas. A análise e discussão serão realizadas após coleta de dados e esperando poder contribuir na formação pedagógica desses professores, verificando os pontos positivos e negativos já desenvolvidos ao longo da carreira docente.

Palavras-chave


Formação pedagógica; Educação continuada; Professor; Aluno.