Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Urbanização e transformação de processos erosivos em Rondonopolis-MT
WERICA PEREIRA DE ALMEIDA

Última alteração: 23-09-19

Resumo


O processo de urbanização do território brasileiro provocou impactos nas esferas sociais e ambientais, que acarretaram reflexos, considerados irreversíveis, na vida cotidiana da população. Uma das maiores consequências desse processo foi a concentração de riquezas e ampliação das desigualdades sociais no espaço, sobretudo nas grandes cidades. Tais consequências vieram a desencadear um processo de segregação socioespacial de uma parcela da população ao acesso a locais mais aptos a fixar suas residências, gerando o que pode ser considerado um dos maiores problemas de ordenação do uso e ocupação da terra em áreas municipais de acordo com Lefebvre. A exclusão social é uma marca registrada do processo de urbanização na economia capitalista, com ausência de planejamento urbano, características das cidades brasileiras, que traz como consequência o acesso ao solo às margens das cidades para os mais vulneráveis, neste caso as áreas de menor valor imobiliário, com ausência de serviços e infraestrutura e uma série de problemas ambientais. Nesse sentido, o objeto de análise da presente pesquisa, localiza-se na cidade de Rondonópolis no sudeste do estado de Mato Grosso. O processo de expansão urbano da cidade de Rondonópolis demonstra, com base no surgimento dos bairros, um crescimento da mancha urbana que se deu desordenadamente, o que levou a construção da periferia urbana. Portanto, o crescimento urbano, acontece por meio da exclusão social e segregação socioespacial. No município de Rondonópolis, percebe-se o aumento dos loteamentos, sem infraestrutura e os crescentes vazios urbanos. Esses loteamentos desprovidos de infraestrutura, sofrem com problemas ambientais como descobrimento do solo, causando o incremento da erosão, remoção da camada fértil do solo, empobrecimento do solo, assoreamento dos recursos hídricos, aumento do escoamento superficial da água e consequentes inundações e redução da infiltração. Nesse contexto, a área do presente estudo é o bairro Jardim das Paineiras, que sofre com sérios problemas ambientais, principalmente no período de chuva. O bairro fica localizado na parte mais baixa da região Salmén e do Parque Universitário e no período chuvoso o Jardim das Paineiras recebe fortes enxurradas levando sedimentos e intensificando o processo erosivo. O bairro não tem sistema de drenagem justificando assim, as intensas enxurradas e demais transtornos que advêm da ausência de infraestrutura e saneamento básico. Dentro desse contexto, a presente pesquisa buscará analisar a relação entre a urbanização e a transformação de processo erosivo linear no Bairro Jardim das Paineiras em Rondonópolis utilizando software Google Erth para traçar sua transformação ao longo do tempo, visando diagnosticar os anos críticos do avanço dessa erosão, permitindo assim a formulação de novos problemas e hipóteses em trabalhos futuros. Tal discussão é de extrema importância para alcançar práticas de uso e ocupação do espaço geográfico menos degradantes no contexto urbano-ambiental, para que se alcance melhor condição de vida e se estabeleça uso mais racional dos recursos naturais.

 

 

 


Palavras-chave


Erosão, Urbanização, Jardim das Paineiras.