Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Coproduto do etanol de milho na alimentação de galinhas poedeiras
Tatiana Marques Bittencourt, Heder José D'Ávila Lima, Carita Maria Magalhães de Amorim, Vinicius Pereira Pinto, Christian George da Silva

Última alteração: 09-10-19

Resumo


Grãos secos de destilaria de milho é um co-produto da indústria de etanol, sendo os resíduos secos após o processo de fermentação do amido de milho. Considerando o valor nutricional, esse co-produto tem potencial de uso na alimentação de galinhas poedeiras. O objetivo do projeto será avaliar os níveis de grãos secos de destilaria de milho na dieta. Será utilizado 300 pintainhas Hisex Brown de 1 dia de vida até o pico de postura (24 semanas), com 5 níveis de grãos secos de destilaria de milho (0%, 6%, 12%, 18% e 24% para a fase inicial e de cria até 10 semanas de idade, onde a exigência de proteína é mais alta e 0%, 2%, 4%, 6% e 8% para as demais fases, devido à menor exigência em proteína), 6 repetições e 10 aves por unidade experimental, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado. Serão avaliados: o desempenho zootécnico (consumo de ração; conversão alimentar; variação de peso corporal e viabilidade das aves nas fases inicial, cria, recria, pré-postura e postura; produção de ovos [ave/dia e ave/alojada]; produção de ovos comercializáveis; peso médio e massa de ovos; conversão alimentar por dúzia e por massa de ovos); a qualidade dos ovos (gravidade específica, peso e porcentagem dos componentes e intensidade da cor amarela das gemas), ainda será feita análise econômica e de digestibilidade. Os parâmetros serão avaliados por meio de análise de variância através do programa SAS. Os contrastes serão analisados pelo teste de Dunnett a 5%, comparando-se o tratamento sem inclusão de grãos secos de destilaria com solúveis de milho (0%) aos demais. Em seguida, será feita a análise de regressão para os tratamentos com inclusão do co-produto nas dietas.


Palavras-chave


desempenho zootécnico, pigmentação da gema, análise econômica

Texto completo: PDF