Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DA POTENCIAL ATIVIDADE ANTIOXIDANTE E ANTIMICROBIANA DE SISTEMAS MICROEMULSIONADOS CONTENDO EXTRATOS DE Cordia glabrata Mart. A.DC.
Bryan Wender Debiasi, Carla Regina Andrighetti, Elton Brito Ribeiro, Dênia Mendes de Sousa Valladão

Última alteração: 09-10-19

Resumo


Plantas do gênero Cordia apresentam compostos bioativos com diferentes atividades farmacológicas, dependendo da espécie. Exemplos são a Cordia dichotoma com atividade anti-inflamatória e analgésica, as espécies verbeneacea e globosa com atividade antimicrobiana. Em estudos etnobotânicos sobre a espécie Cordia glabrata foram relatados que o chá das folhas é utilizado para tratar “dores no corpo”, enquanto que o chá da casca do caule contra o reumatismo,porém quanto as caraterísicas fitoquímica desta planta, nada foi relatado.  Desta forma o estudo busca avaliar o perfil fitoquímico do extrato, avaliar a potencial atividade antimicrobiana e antioxidante, e então desenvolver sistemas microemulsionados a partir de seu extrato. A associação de um extrato com potencial antimicrobiano e/ou antioxidante a uma forma farmacêutica apropriada, como exemplo das microemulsões e nanoemulsões se torna interessante do ponto de vista tecnológico, tendo em vista que quase sempre o sistema desenvolvido melhora as características do extrato, além de auxiliar na maior absorção de compostos bioativos. Após desenvolvimento dos sistemas microemulsionados contendo extratos, eles serão submetidos a avaliações quanto a sua estabilidade e a manutenção de sua potencial atividade antioxidante e/ou antimicrobiana. Assim, espera-se obter resultados que favoreçam o desenvolvimento de produtos sustentáveis como novos fármacos e/ou cosméticos que possam ser utilizados a partir da bioprospecção de nossa flora regional.


Palavras-chave


Cordia glabrata; Antioxidante; Antimicrobiana; Microemulsão; Bioprospecção