Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A Ordem dos Frades Menores como comunidade emocional: emoção e mecanismo de regulação social no século XIII.
Douglas Almeida Martins

Última alteração: 07-10-19

Resumo


A presente comunicação tem por objetivo expor os resultados parcialmente obtidos nodecorrer da pesquisa desenvolvida junto ao Programa de Pós-Graduação em História daUniversidade Federal de Mato Grosso, no qual investigo as produções hagiográficasredigidas (Frei Celano, Frei Jualino de Spira e Frei São Boaventura) ao longo do séculoXIII no interior da Ordem dos Frades Menores dando especial ênfase em como asdiferentes emoções e suas expressões são utilizadas como mecanismos de regulação davida social dos frades menores. A emoção não é um fluxo desenfreado de atitudes eexpressões. A proposta de pesquisa desenvolvida permite pensar a emoção como umainterfase da política. A hipótese formulada e em investigação refere-se à análise retóricadas diferentes fontes que versam acerca da vida e da obra de Francisco de Assis comoportadoras de um ethos que atue como um espelho que permita visualizar quaiscomportamentos emocionais são toleráveis ou não. As narrativas hagiográficasconstroem ainda o modelo de um Francisco cuja imagem serve de ferramenta políticaque sirva de apoio para a própria política de inserção da Ordem no interior dos espaçosurbanos da península itálica do século XIII.

Palavras-chave


Emoção; Hagiografia; Poder