Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A Trajetória de Serys Marly Slhessarenko, na Docência e na Política
Marcilene Cardoso Oliveira Mendes, Marlene Gonçalves

Última alteração: 25-09-19

Resumo


Esta pesquisa visa investigar e registrar o percurso educacional e político da professora pesquisada. O estudo foi desenvolvido no programa de pós-graduação, nível de mestrado em educação da Universidade Federal de Mato Grosso, na linha de pesquisa: Organização Escolar, Formação e Práticas Pedagógicas, no grupo de pesquisa: Docência e memória social, ação política de sujeitos envolvidos na docência e no exercício de cargos políticos eletivos, sob orientação da professora doutora Marlene Gonçalves. Como problemática, que norteia a pesquisa, buscou-se averiguar sua atuação nos cenários educacional e político, verificando se, como partícipe desse processo, contribuiu para a educação em Mato Grosso e, se a fez, de que maneira? Se sua trajetória de vida se alinha aos seus ideais, enquanto educadora e política? Que legado deixou para a educação do Estado. Recorrendo à memória, foi possível reconstituir o passado e conhecer o momento vivido, uma vez que a memória tem a propriedade de conservar informações. Metodologicamente, a pesquisa configura-se como qualitativa, uma vez que há interesse em compreender os sentidos e significados das ações e do discurso da professora Serys Marly Slhessarenko. Alinhado à metodologia qualitativa está o método da prosopografia, que fundamenta análises de questões gerais acerca de um grupo ou de um indivíduo. Preliminarmente, podemos considerar que os estudos contribuem para a construção e o resgate das memórias de uma docente, cuja atuação pessoal e social, foi decisiva para escrever seu nome na História de Mato Grosso, com amplos méritos e carisma. Como considerações parciais de pesquisa, os estudos apontam a professora Serys Marly Slhessarenko como uma figura feminina de grande magnitude, nesse estado, justificado, principalmente, pelo espaço político que ocupou, assim como no espaço da educação. A construção desta imagem ocorreu por meio da sua capacidade de comunicação, de transmitir confiança, segurança, respeito e, principalmente, sua capacidade de enfrentamento das adversidades. Faz sentido também dizer, e, a pesquisa demonstra isso, tanto nos depoimentos quanto nos momentos em que convivemos com a professora Serys; enquanto gestora, preocupou-se com o fenômeno da inclusão social, em razão disso, viabilizou meios para que as crianças em idade escolar tivessem condições de acesso aos bancos da escola, contribuindo de maneira significativa para a construção de uma educação pública e de qualidade. As lembranças aqui registradas possibilitaram conhecer a vida de uma mulher que desde pequena conjugou o verbo lutar. Viu na educação uma via de acesso para melhores condições de vida, e fez dessa crença sua bandeira de luta, tanto para si quanto para os outros. Reconhecendo que a qualidade da educação passa pelos profissionais da área, lutou por melhores condições de trabalho para a categoria e plantou em sua gestão o ideário da gestão democrática, pois acreditava que as unidades escolares deveriam ser autônomas e independentes politicamente.


Palavras-chave


Serys Marly Slhessarenko; Educação; Política.