Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
TERRITORIALIDADE DAS IGREJAS EVANGELICAS ASSEMBLEIA DE DEUS EM CUIABÁ – MT.
Rosana Samara Carlos

Última alteração: 15-10-19

Resumo


 

 

 

 

Este trabalho tem por objetivo verificar a espacialidade das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus em Cuiabá, a partir da sua Igreja Sede e todas as ramificações dentro da cidade. O Grande Templo foi inaugurado no ano de 1996, onde se realiza grandes eventos, reuniões, ações sociais, entre outras. Entre os procedimentos adotados destaca-se o levantamento bibliográfico e documental. O conceito de territorialidade que orienta este estudo é o apresentado por Robert D. Sack, segundo o qual ela constitui “a tentativa,

por indivíduos ou grupo, de afetar, influenciar, ou controlar pessoas, fenômenos e relações, ao delimitar e assegurar seu controle sobre certa área geográfica”. O teórico destaca que essa área será chamada de território e que a territorialidade é utilizada em relacionamentos cotidianos e em organizações complexas. A Igreja Assembleia de Deus em Cuiabá possui aproximadamente 300 unidades, sendo que ela é administrada de forma hierárquica, tendo a Igreja Sede e as demais igrejas que estão subordinadas a ela por setores.

Cada setor tem uma subsede, que é responsável para a administração das igrejas nele localizadas, no tocante às questões sociais e festividades. O trabalho em pauta também tem por objetivo explicitar os conceitos de espaço, território, espacialidades e territorialidades, buscando colocar em prática esta estrutura teórica no estudo de acontecimentos socioespaciais relacionados à produção do espaço por meio da manifestação do sagrado. De acordo com a bibliografia consultada, verifica-se que o homem religioso sente necessidade de viver numa atmosfera impregnada do sagrado; por isso se elaboram técnicas de construção do sagrado. Nessa perspectiva, as construções são moldadas pelas ideias de uma sociedade, suas formas de organização econômica e social, a distribuição de recursos e autoridade, suas atividades, crenças e valores. A teórica Zeny  Rosendahl propõe uma maneira de se olhar as cidades em relação a seu contexto cultural, estabelecendo um elo entre religião, a gênese da cidade e uma de suas funções.

 


Palavras-chave


Territorialidade, Grande Templo, Religião, Cuiabá.