Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
EDUCAÇÃO FEMININA NAS ESCOLAS NORMAIS REGIONAIS E RURAIS NO ESTADO DE MATO GROSSO E RONDÔNIA (1946 – 1961)
Cleicinéia Oliveira de Souza, Nilce Vieira Campos Ferreira

Última alteração: 25-09-19

Resumo


Neste projeto de doutoramento investigamos a Educação Feminina nas escolas normais regionais e rurais do estado de Mato Grosso e Rondônia, nos anos de 1946 a 1961. Iniciamos o recorte temporal no ano de 1946 quando foi instituída a Lei Orgânica do Ensino Normal com o Decreto-Lei nº 8.530, de 2 de janeiro de 1946 que promoveu a organização do ensino normal brasileiro. Finalizamos a pesquisa em 1961, com a publicação da Lei nº 4.024, de 20 de novembro de 1961 que fixou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. O objetivo da pesquisa é investigar a educação feminina nos cursos normais rurais e regionais, em Mato Grosso e Rondônia, de forma a mapear e analisar a organização dessas escolas e cursos de formação de professoras rurais, no período proposto para estudo. Utilizamos como metodologia a pesquisa bibliográfica e a análise de documentos escolares, tais como, Relatórios, Regimentos escolares, Decreto, fotografias, notícias publicadas na imprensa e na Revista da Campanha Nacional da Educação Rural. A coleta de fontes ocorre em diferentes arquivos do estado de Mato Grosso e Rondônia, na região Centro- Oeste e Norte, tais como, Arquivo Público de Mato Grosso, em Cuiabá, Arquivo do Colégio Carmela Dutra, na cidade de Porto Velho, no estado de Rondônia, bem como nos arquivos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Até o momento já identificamos escolas normais rurais e regionais no estado de Mato Grosso e no estado de Rondônia, oferta de o Curso Normal Rural na Escola Carmela Dutra, na cidade de Porto Velho.


Palavras-chave


História da Educação feminina, Escolas Normais Regionais, Curso Normal Rural.