Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
(Re)significando as práticas de leitura literária e escrita em uma sala de aula do ciclo de alfabetização em Cuiabá/MT
Thais Rodrigues Carlos, Bárbara Cortella Pereira de Oliveira

Última alteração: 29-09-19

Resumo


Esta pesquisa de mestrado vincula-se ao Grupo de Estudos e Pesquisa Linguagem Oral, Leitura e Escrita na Infância (GEPLOLEI), do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso – Campus Cuiabá (PPGE-UFMT) e à linha de pesquisa “Culturas Escolares e Linguagens”. Têm-se como objetivo a compreensão das práticas de leitura literária e escrita mediante a perspectiva discursiva de alfabetização e da Teoria Histórico-Cultural, contribuindo colaborativamente para a ressignificação de atividades pedagógicas em sala de aula. Considera-se a linguagem como discursiva, pressuposto de Smolka (1993), utilizando-se a perspectiva teórica do filósofo Bakhtin (2011) que discorre sobre o dialogismo e os enunciados, também os postulados de Vygotsky (2007) sobre o pensamento e a linguagem, para orientação das reflexões sobre o desenvolvimento da criança. Por se tratar de uma pesquisa qualitativa, utiliza-se a observação participante (BECKER, 1993) e a pesquisa colaborativa entre pesquisadora e professora colaboradora (IBIAPINA, 2016; BANDEIRA, 2016; HORIKAWA, 2008; GASPAROTTO; MENEGESSI, 2016), assim, como para a coleta de dados a revisão teórica de textos sobre o tema, a análise das narrativas das crianças e da alfabetizadora, registros audiovisuais de alguns episódios das atividades pedagógicas, transcrição, material documental colhido em campo, fotografias e entrevistas. Nesse estudo procura-se responder: Quais são as práticas docentes de leitura literária e escrita em uma sala de aula do ciclo de alfabetização; como a concepção de alfabetização como processo discursivo e a Teoria Histórico-Cultural contribuem para a produção de sentidos das crianças e professora durante as interações em sala de aula e quais aspectos teórico-metodológicos contribuem para construção de sentidos dos alunos e professora. Desse modo, são categorias de análise a leitura literária e escrita, o ciclo de alfabetização e a formação docente. Espera-se que os resultados proporcionem aos participantes do estudo a construção de sentidos mediante a concepção de alfabetização como processo discursivo, contribuindo para as práticas de leitura literária e escrita em sala de aula.


Palavras-chave


Leitura literária e Escrita, Ciclo de Alfabetização, Formação Docente