Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A Constituição da UFMT - Campus Cuiabá
Rodolfo de Carvalho Ancheschi, Nilce Vieira Campos Ferreira

Última alteração: 26-09-19

Resumo


Pretendemos tecer algumas considerações acerca do processo de constituição da Universidade Federal de Mato Grosso a fim de identificarmos tanto a filosofia que a fomentou bem como a relevância da Instituição para o enraizamento da cultura mato-grossense, divisão e desenvolvimento do Estado de Mato Grosso, no período de 1970 a 1977. A escolha do recorte temporal inicia-se em 1970, pois é o ano que foi criada a Universidade, ademais, o período se estende a 11 de outubro de 1977, em virtude desta ser a data que o presidente da República Ernesto Geisel sancionou a Lei Complementar de nº. 31 que dividiu o Mato Grosso e criou o Estado de Mato Grosso do Sul. A Universidade Federal de Mato Grosso foi concebida por meio da lei nº. 5.647 de 10 de dezembro de 1970, com sede e foro na cidade de Cuiabá. Inicialmente, integraram-se a Universidade a Faculdade de Direito e o Instituto de Ciências e Letras. Durante esse movimento de criação da UFMT, percebemos a atuação direta e ativa de alguns sujeitos, dentre eles destacamos o primeiro Reitor pró-tempore da Universidade, Gabriel Novis Neves e o Vice Reitor Benedito Pedro Dorileo. Assim, por meio da pesquisa bibliográfica e documental buscaremos fazer algumas reflexões acerca da atuação da Universidade como “agência de desenvolvimento” de Mato Grosso.

Palavras-chave


Educação; Ensino Superior em Mato Grosso; História das Instituições Escolares