Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Concepções de Avaliação presentes nos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Licenciatura em Matemática das Instituições de Ensino Superior do Estado de Mato Grosso – MT
Sirlei JANNER, Marta DARSIE

Última alteração: 26-09-19

Resumo


Esta pesquisa está sendo desenvolvida junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, na linha de pesquisa Educação em Ciências e Educação Matemática, juntamente com o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática - GRUEPEM da UFMT. Este estudo tem como objetivo analisar as concepções de Avaliação presentes nos Projetos Pedagógicos dos Cursos – PPC, Licenciatura em Matemática das Instituições de Ensino Superior do Estado de Mato Grosso – MT, modalidade presencial.  As análises versam sobre dois eixos que caracterizam as concepções e as funções da avaliação da aprendizagem: o primeiro eixo diz respeito a avaliação como conteúdo de aprendizagem para a docência na Educação Básica, expressa nos PPC e estruturada nas matrizes curriculares, nos ementários e nos referenciais bibliográficos; o segundo eixo é referente as orientações dadas aos professores formadores para o desenvolvimento da avaliação da aprendizagem dos graduandos constantes no PPC e sistema acadêmico,  abarcando cada um dos componentes curriculares que compõe a matriz curricular no campo Avaliação da Aprendizagem. De natureza qualitativa, a pesquisa caracteriza-se do tipo documental, tem como fonte primária e objeto de pesquisa, dados expressos nos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Licenciatura em Matemática de nove Instituições de Ensino Superior – IES, do Estado de Mato Grosso – MT, modalidade presencial. A pesquisa alicerçou-se em arcabouço teórico de autores que discutem e se dedicam aos estudos sobre a avaliação da aprendizagem, formativa/construtivista, contribuindo com a construção das teorias sobre estes saberes. Entre eles, ABRANTES (2002), DARSIE (1996 e 1999), HOFFMANN (1997, 2002, 2003 e 2005), LUCKESI (1995, 1998 e 2013), MACEDO (1996) RABELO (1998), VASCONCELLOS (1998, 2002 e 2005), DEMO (2002) bem como os documentos oficiais nacionais, como a Lei de Diretrizes e Bases - LDB e as Diretrizes Curriculares Nacionais - DCN. Os dados produzidos revelam que o espaço reservado à Avaliação como conteúdo de aprendizagem é diminuto e descurado do processo formativo, bem como não foram evidenciadas, nos componentes curriculares, propostas de avaliação que se aproximem da perspectiva Construtivista. A avalição dos graduandos, por sua vez, segue numa perspectiva tradicional, como avaliação somativa.


Palavras-chave


Avaliação da Aprendizagem; Formação de Professores; Licenciatura em Matemática