Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Análise das propriedades térmicas do solo com presença de lâmina d’água para o Pantanal em períodos de transição
RAYANNA de Oliveira Costa, João Basso Marques

Última alteração: 10-10-19

Resumo


O uso sustentável do solo tem-se constituído em tema de crescente relevância, em face do aumento das atividades antrópicas. A literatura atual de ciências ambientais e hidrológicas carece de estudos realizados in loco, especialmente dados de longo prazo. Ainda que tenha estudos nessa área, a dinâmica da interface solo-atmosfera é tema de discussões fundamentais para a física em todas as escalas.

Tendo então essa preocupação crescente nas últimas décadas com as conservações dos recursos naturais, especialmente em relação a biomas, como o do Pantanal, um bioma de notável interespaço de transição do Cerrado e da Amazônia. Localizado na bacia do alto rio Paraguai, o Pantanal é caracterizado por baixas altitudes e baixos gradientes topográficos, além de possuir uma vasta extensão de terras baixas mal drenadas que sofrem inundações mensais a cada ano durante a estação chuvosa (outubro a abril).

O estudo do tempo e do clima em terrenos complexos depende do entendimento dos processos que governam trocas de momentum, de calor e de massa entre a superfície e a atmosfera, pois essas trocas governam a regularização do microclima de uma região. O entendimento dos mecanismos destas trocas é relevante às questões relacionadas aos balanços locais de radiação energética.

Sendo o fluxo de calor no solo um componente necessário do balanço de energia à superfície capaz de justificar o armazenamento e a transferência de calor dentro do solo e, ainda, as trocas entre o solo e a atmosfera, o estudo dessa variável é necessária para se conhecer a dinâmica térmica do solo para essa região do Pantanal. Do mesmo jeito que o conhecimento das outras propriedades físicas do solo, como a temperatura, condutividade e difusividade térmica do solo são de extrema importância para compreender o comportamento térmico do solo dentro da região pantanal e como elas se associam com a dinâmica de alagamentos sazonais que ocorrem no Pantanal.

Tendo então em vista que o estudo procura compreender melhor as relações das propriedades térmicas no período seco e relacioná-la com as propriedades térmicas encontradas no período alagado, a proposta do trabalho consiste em comparar os dados em coletados em campo com um método de modelagem computacional desenvolvido por Wang e Brass em 1999, assim como verificar se os períodos seco e alagado possuem influência no balanço de energia ou não há diferença.



Palavras-chave


Propriedades térmica; Fluxo de calor no solo; temperatura do solo