Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O ANIMAL NO TURISMO MATO-GROSSENSE: IDEIA, MATERIALIZAÇÃO E VIDA NA INTERFACE DAS RELAÇÕES ENTRE HOMEM E NATUREZA
Eveline Baptistella

Última alteração: 16-10-19

Resumo


A atual crise ecológica se integra a um panorama que provoca o questionamento dos modelos predatórios, marcadamente eurocêntricos e coloniais, que regem as formas de conviver com a natureza.  Catástrofes climáticas, especialmente, deslocam o ser humano do lugar de senhor da natureza para um posto mais desconfortável, como criatura suscetível de sofrer com os eventos extremos como qualquer outra. Mais do que isso, a humanidade é levada a reconhecer a falência do projeto de dominação sobre a fauna e flora no momento em que sua sobrevida também fica ameaçada por problemas derivados de ações antrópicas. Neste cenário, este trabalho pretende investigar as diversas maneiras como o animal silvestre se faz presente no ecoturismo mato-grossense e a partir desta investigação pensar as novas epistemes acerca da relação homem e natureza. Tendo como campo o Pantanal Mato-grossense e os atrativos turísticos da rodovia transpantaneira, este estudo reflete sobre a representação dos animais na mídia e na publicidade a partir da metodologia de análise de conteúdo, as relações entre animais humanos e não humanos no turismo tendo como metodologia a etnografia multiespécies e, por fim, reelaboração deste contato a partir das memórias de viagem representadas pelas fotos postadas no instagram, para o qual utilizaremos a metodologia de análise de redes sociais. O embasamento teórico desta pesquisa é interdisciplinar acionando teorias da comunicação, filosofia, sociologia do cotidiano, ecologia, turistmo e dos estudos animais.


Palavras-chave


estudos animais; cultura contemporânea; comunicação e cultura