Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A ABORDAGEM DA ETNOBOTANICA, NA PERSPECTIVA DA MEDICINA TRADICIONAL, NAS AULAS DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA DA ESCOLA ESTADUAL QUILOMBOLA PROFESSORA TEREZA CONCEIÇÃO ARRUDA – COMUNIDADE MATA CAVALO/MT
Rosangela Campos Silva, Suely Dulce de Castilho

Última alteração: 01-10-19

Resumo


Esta pesquisa de mestrado, em andamento, está inserida na linha de Movimentos Sociais, Política e Educação Popular, no Programa de Pós-graduação em Educação, da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Cuiabá. Trata-se de um recorte do projeto maior intitulado “Etnosaberes: perspectivas e desafios para formação de docentes quilombolas”, coordenado pela professora Dra. Suely Dulce de Castilho e desenvolvido pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Quilombola – GEPEQ/UFMT, em escolas quilombolas de Mato Grosso. Esta pesquisa tem como lócus a Escola Estadual Quilombola Professora Tereza Conceição Arruda, localizada na comunidade negra rural de Mata Cavalo, no município de Nossa Senhora do Livramento-MT. Objetiva compreender as contribuições da abordagem da etnobotânica para as aulas de Ciências e de Biologia na referida escola, a partir das reflexões dos professores participantes da pesquisa. A revisão sistemática realizada considerou as produções acadêmicas do período de 2013 a 2018 e apontou lacunas nos estudos sobre as relações do ensino da etnobotânica nas aulas de Ciências e de Biologia em escolas inseridas em comunidades quilombolas, fato que justifica a realização desta pesquisa. Metodologicamente é um estudo qualitativo, do tipo etnográfico (GEERTZ, 2008), complementado pelo método da pesquisa-ação (THIOLLENT, 1986). Os instrumentos de coleta de dados serão a observação participante, entrevistas semiestruturadas e análise documental. Teremos sete sujeitos na pesquisa, sendo eles os detentores do conhecimento da medicina tradicional como um benzedor, um raizeiro e um representante da religiosidade de matriz africana, além de três professores que lecionam as disciplinas de Ciências e de Biologia, e uma coordenadora pedagógica da escola. Os referenciais teóricos estão sendo construídos e a discussão abrangerá conceitos da abordagem etnobotânica na educação escolar quilombola, na perspectiva dos saberes e fazeres da medicina tradicional, além das legislações pertinentes à Educação Escolar Quilombola.

 


Palavras-chave


Etnobotânica. Educação Escolar Quilombola. Medicina Tradicional.