Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O processo de implantação e implementação da lei nº. 10.639/2003 por meio da Disciplina Educação das Relações Étnico-Raciais no Curso de Licenciatura em Geografia da UFMT entre 2013 a 2019
Joílson Gonçalo Ventura

Última alteração: 01-10-19

Resumo


RESUMO:

Esta comunicação trata-se de uma pesquisa de mestrado em andamento que busca verificar o processo de implantação e implementação da lei nº. 10.639/2003 por meio da Disciplina Educação das Relações Étnico-Raciais no curso de Licenciatura em Geografia da UFMT, campus de Cuiabá no período de 2013 a 2019. O empreendimento investigativo, tendo como foco de estudo a questão racial na Geografia, permitirá ampliar a compreensão da superação das desigualdades e discriminações raciais sofridas pelas pessoas negras em razão do mito da democracia racial, que persiste sobreviver no imaginário e na ação concreta no contexto das relações raciais, políticas, econômicas e simbólicas brasileiras. Assim, o objetivo geral consiste em analisar o processo de implantação e de implementação da referida disciplina no curso. Os objetivos específicos se constituem em: compreender os entraves e os avanços (pedagógicos e institucionais) da implementação da disciplina de Educação das Relações Étnico-Raciais no curso Licenciatura em Geografia ofertado pela UFMT; Verificar as formas que os conteúdos das ementas da disciplina de Educação das Relações Étnico-Raciais do curso de licenciatura em Geografia da UFMT são transmitidos no decorrer das práticas e dos pensamentos produzidos em sala de aula; Identificar a existência de conexão da disciplina de Educação das Relações Étnicos-Raciais com às demais disciplinas do currículo do curso de Geografia da UFMT; Compreender possíveis impactos (negativos e positivos) da disciplina Educação das Relações Étnicos-Raciais no processo formativo dos/das alunos/as do curso de licenciatura em Geografia. A inclusão da temática estudos étnico-raciais no currículo é uma exigência legal. Nesse sentido, a pesquisa busca compreender: Quais foram os entraves e os avanço pedagógicos e institucional da implantação da disciplina de Educação das Relações Étnico-Raciais no curso de geografia? Existe conexão entre a disciplina de Educação das Relações Étnico-Raciais com as demais disciplinas do Curso? Quais pontos convergem e divergem nessa conexão? Para a fundamentação teórica do estudo acerca das relações raciais brasileiras ancoramos em: Guimarães (2009), Hofbauer (2006), Domingues (2004), Paixão (2014), Seyferth (1985), Schwarcz (1993). Sobre ações afirmativas temos Siss (2003), Santos (2016), Santos (2003); Sobre Educação e currículo das relações étnico-raciais: Gomes (2005), Santos (2009), Costa (2013), Arroyo (2013), Silva (2011). Trata-se de uma investigação de natureza qualitativa a ser desenvolvida por meio de um de estudo de caso com a utilização de pesquisa bibliográfica, documental e de observação participante. A pesquisa está sendo desenvolvida na UFMT, campus Cuiabá, tendo como sujeitos professores, alunos, chefia de departamento de geografia, Pró-Reitoria de graduação (PROEG); o núcleo de estudos e pesquisa sobre relações raciais e educação (NEPRE).