Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Influência da paisagem na riqueza de plantas aquáticas na transição Cerrado-Amazônia
Kelin Cristina Miorando Pommer, Crhistine Steiner São Bernardo, Rafael Soares de Arruda

Última alteração: 09-10-19

Resumo


Comunidades de plantas aquáticas podem estar diretamente associadas à paisagem que a cercam, apresentando diferentes respostas em função do tipo de cobertura presente em seu entorno. Deste modo, o objetivo desse trabalho foi determinar se a riqueza de plantas aquáticas é explicada por elementos da paisagem. O estudo foi realizado em 16 pontos amostrais alocados no Rio Teles Pires, município de Sinop-MT. A coleta de plantas aquáticas consistiu na utilização de um quadrado de 0.5 x 0.5 m, sendo lançado três vezes para compor uma unidade amostral. As métricas de paisagem utilizadas como variáveis preditoras foram proporção de floresta densa, de área agropecuária, de área não-florestada e de corpos d’água. Essa métricas foram obtidas pelo software QGIS e no ambiente R. Nós extraímos as métricas a partir de raios imaginários de 100, 300, 500, 700, 900 e 2000 metros no entorno dos pontos amostrais. O tamanho do raio com maior valor de r2 ajustado foi o raio de 500m sendo escolhido para as análises subsequentes de riqueza. Para testar a hipótese que as variáveis da paisagem dirigem as variações na riqueza de plantas aquáticas foram utilizados Modelos Gerais Linearizados. Tanto a proporção de floresta densa (Poison GLM: χ2 = 3,71, P = 0,05), como a proporção do corpo d’água (Poison GLM: χ2 = 3,67, P = 0,05). A proporção de área não-florestada, bem como de área agropecuária não se relacionaram com a riqueza local de plantas aquáticas. Proporção de floresta densa pode ser filtro ambiental relevante para plantas aquáticas, pois representa maior cobertura nas margens do rio, e desta forma beneficiar espécies que dependem dessa condição. De certo modo, era esperado que a proporção de corpo d’água tenha papel importante na estrutura da comunidade de plantas aquáticas, principalmente pelo fato destas serem quase que dependentes de água para seu desenvolvimento.

 

Palavras-Chave: Floresta, Macrófitas aquáticas, Métricas da paisagem

 


Palavras-chave


Floresta; Macrófitas aquáticas; Métricas da paisagem