Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Efeito da intensificação do processo de urbanização no NDVI, albedo e temperatura da superfície por sensoriamento remoto em Cuiabá – MT
Pablinne Cynthia Batista da Silva

Última alteração: 10-10-19

Resumo


A maior parte da população mundial concentre-se em áreas urbanas. No Brasil, a urbanização ocorreu de forma tardia, na segunda metade do século XX, resultante das transformações agroindustriais. A partir de 1960, o estado de Mato Grosso passou por uma rápida e desordenada expansão demográfica, impulsionada pelas políticas públicas de incentivo do agronegócio, tornando o município de Cuiabá – MT um pólo de apoio ao intenso fluxo migratório. A intensificação dos processo de urbanização frequentemente está associado à substituição de ambientes naturais por áreas construídas, causando significativas alterações nos parâmetros biofísicos da cidade. Devido à baixa disponibilidade de estações convencionais, o sensoriamento remoto tem se tornado nos últimos anos uma ferramenta viável e efetiva para o mapeamento e monitoramento de áreas urbanas. Estas ferramentas fornecem conjuntos de dados espacialmente consistentes que cobrem grandes áreas com alto detalhe espacial e alta frequência temporal, a um menor custo. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos temporal e espacial da urbanização sobre o NDVI, albedo e temperatura da superfície utilizando imagens do satélite Landsat 5 sensor TM e do Landsat 8 sensor OLI, entre os anos de 1987 e 2017. A distribuição espacial e temporal da cobertura do solo foi estimada por um algoritmo de decisão, gerado a partir de índices biofísicos. Foram identificadas cinco classes na área urbana de Cuiabá – MT: vegetação densa, vegetação arbustiva, solo exposto e/ou vegetação rasteira, área construída e corpos d’água. Os resultados das análises estatísticas de confiabilidade da classificação da cobertura do solo apresentou alto coeficiente de concordância Kappa e acurácia geral, com valores superiores a 0,80. Os resultados da classificação da cobertura do solo apresentou uma expansão das áreas construídas e uma diminuição das áreas vegetadas nos anos analisados, demonstrando significativas alterações na cobertura do solo. A correção da temperatura da superfície foi realizada através do modelo de canal único (single-channel) proposto por Jiménez-Muñoz e Sobrino, que apresentou aumento da temperatura da superfície e formação de anomalias térmicas em áreas densamente edificadas nos anos analisados. Concluiu-se que a cidade de Cuiabá - MT passou por significativas alterações na cobertura do solo, resultando nas alterações dos índices biofísicos, albedo e na temperatura da superfície. Sendo assim, os dados obtidos podem auxiliar no planejamento urbano em busca de promover melhorias no conforto térmico para a população.


Palavras-chave


Dados detectados remotamente, Expansão urbana, Clima urbano