Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A Filosofia no Ensino Médio em “tempos sombrios”: Feminismo, pós-verdade e aporofobia.
Tamires Siqueira Oliveira

Última alteração: 11-10-19

Resumo


A pesquisa aqui apresentada encontra-se em desenvolvimento dentro do programa de Mestrado Profissional em Filosofia, o PROF-FILO do núcleo da UFMT. O problema de pesquisa se dá a partir da questão: como a Filosofia no Ensino Médio pode auxiliar o enfrentamento dos “tempos sombrios” e de que maneira o feminismo, pós-verdade e aporofobia podem ser resistência? Os objetivos gerais da presente pesquisa consistem em refletir sobre o ensino de filosofia em “tempos sombrios” e a proposição de unidades didáticas, atendendo as especificações da BNCC- Base Nacional Curricular Comum -, sobre três temas de ética contemporânea sendo eles, aporofobia, pós-verdade e feminismo. A metodologia de elaboração das unidades didáticas se fundamentará na análise, interpretação e compressão das referências selecionadas. Para refletir sobre o ensino de filosofia as bibliografias consistem nos estudos desenvolvidos pelos professores Silvio Gallo e Lidia Maria Rodrigo. Para fundamentar os conceitos problematizados em cada uma das unidades didáticas as autoras selecionadas são Nancy Fraser, para a unidade sobre feminismo. Adela Cortina, para a unidade sobre aporofobia. Para a unidade sobre pós-verdade Márcia Tiburi. Além do estudo da legislação referente ao ensino de filosofia no ensino médio. A justificativa para o desenvolvimento de reflexões sobre o ensino de filosofia e a criação de unidades didáticas se dá a partir da necessidade de produzir materiais adequados para os estudantes do ensino médio conforme as novas demandas da BNCC, além de possibilitar o acesso aos temas problematizados, uma vez que, são temas contemporâneos e não existem materiais sobre os temas voltados especificamente para o ensino médio.

 


Palavras-chave


Filosofia; Ensino de Filosofia; BNCC;