Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A BOA SEMENTE ANÁLISE DA ASSOCIAÇÃO GUADALUPE AGROECOLÓGICA ‐ AGUA
Eriton Vinicius Gonzaga de MELO, Eriton Vinícius Gonzaga de Melo

Última alteração: 14-10-19

Resumo


A pesquisa em questão busca investigar a Associação Guadalupe Agroecológica (AGUA), que exerce trabalhos voltados para o Buen Vivir, desenvolvendo ações nas áreas da educação infantil, habitações sustentáveis, cultura popular, produção agroecológica, produção agroflorestal e saúde integral, na comunidade Nossa Senhora do Guadalupe, em Alta Floresta, Mato Grosso. O objetivo é, a partir da análise qualitativa, identificar caminhos, meios, possibilidades de disseminação de espistemes outras, tendo como recorte de análise um dos ramos de atuação da Associação: a Escola Ciranda da Terra. Essa instituição de educação tem como missão inovar e co‐criar, a partir da construção social colaborativa e comunitária, bem como busca uma educação plena e integral que valorize a cultura campesina e da floresta. Para tal análise, será necessário compreender a participação do Estado na criação e incentivo de políticas públicas voltadas à preservação das epistemes de povos tradicionais e originários, assim como das florestas e demais formas de vegetação nativa, bem como da biodiversidade, do solo, dos recursos hídricos e da integridade do sistema climático, para o Buen Vivir das gerações presentes e futuras. Assim, por meio da análise da legislação vigente e da própria divulgação do governo em escala municipal e estadual, serão investigadas as principais ações contidas em documentos como o Plano Diretor Municipal para Zona Rural, bem como outros planos existentes que abordem o assunto. A partir dessa base contextual, a análise será feita na conjunção de dados quantitativos e qualitativos.


Palavras-chave


Arte-Educação. Pensamento decolonial. Agroecologia. Agrofloresta. Hibridismo.