Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Cidades, lugares e cultura
Danielle Ferraz Garcia

Última alteração: 17-10-19

Resumo


O objeto de pesquisa deste mestrado está voltado para a investigação e análise da espacialidade das cidades enquanto meio que abriga a vivência humana e seus aspectos culturais. As cidades passaram por diversas transformações ao longo dos anos e são um reflexo físico das variadas formas de interação do homem com o meio, ainda que não sejam projetadas de maneira a promover a integração de usos, classes e atividades sendo ainda, em sua maioria, fruto de uma urbanização arcaica e atrasada, sendo traduzida em espaços que não são tratados de maneira democrática dentro das urbes. Estudar a relação das cidades, do meio, do homem e da cultura é a espinha dorsal que move esta pesquisa, pois o campo cultural, inerente à atividade humana, traz importantes contribuições a serem exploradas, uma vez que as cidades são o palco onde as relações culturais se desenrolam, e servem, portanto, como base para que os fenômenos da cultura aconteçam. Partindo então destas vertentes, tem-se também o processo comunicacional visto sob a ótica do urbanismo, que será analisado a partir do recorte que aborda período moderno (a partir de 1920) e por conseguinte até a contemporaneidade, uma vez que são importantes escalas temporais e seus estudos  auxiliam a compreensão da evolução das cidades enquanto processos históricos e culturais. O campo da fenomenologia também é estudado nesta pesquisa, auxiliando na sustentação dos vieses de análise, assim como mostrando caminhos viáveis para as investigações propostas. A metodologia de pesquisa empregada baseia-se inicialmente em revisão bibliográfica para elaborar todo o embasamento teórico. Os principais autores que serão abordados são Jane Jacobs, Ian Gehl, Italo Calvino, Geórg Lukács e Alfred Schultz.

Palavras-chave


Fenomenologia. Urbanismo. Relações Sociais.