Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
FESTA DO SENHOR JESUS DE GRAN PODER (Bolívia): um olhar folkcomunicacional
Karla Andrea Terán, Aline Wendpap

Última alteração: 13-10-19

Resumo


A festa do "Senhor Jesus do Gran Poder" é o maior evento folclórico da cidade de La Paz (Bolívia), momento que oportuniza encontros e mistura entre os diversos grupos sócio-culturais da sociedade paceña, pois pessoas de diferentes estratos sociais, econômicos e familiares se reunem para prestigiar a festividade, onde o sincretismo cultural e religioso se faz presente. Pode-se dizer que, de um ponto de vista transmissivo, a difusão de mensagens à distância é importante, por exemplo, para a divulgação do evento (feita através de convites e ensaios prévios ao evento), também para o contato permanente com aquelas pessoas provenientes do interior do país ou de algumas localidades do departamento de La Paz tendo em vista que, o folclore é um componente vital dentro de uma sociedade, justifica-se o interesse em realizar um estudo sobre esta festividade, observando-se suas práticas, rituais festivos e, de maneira especial as danças apresentadas em seu decorrer, este estudo vem sendo desenvolvido no campo das práticas sociais e culturais e mais especificamente dentro da teoria da folkcomunicação, orientando-se pelas contribuições teóricas e metodológicas de luiz beltrão, o criador desta teoria. por isso mesmo, o objetivo desta pesquisa é realizar uma análise folkcomunicacional do festival, investigando de que maneiras ele atua para a promoção da comunicação dos marginalizados e do folclore como prática sócio-cultural. a abordagem  é qualitativa e a metodologia é desenvolvida a partir da análise teórica e documental de uma série de pesquisas ligadas ao campo folkcomunicacional, bem como, pesquisa de campo com observação participante e entrevistas semi-estruturadas realizadas com alguns participantes da festa. O desafio reflexivo aponta para a inclusão de outras categorias teóricas que estiveram ausentes em trabalhos anteriores sobre o folclore boliviano, para apoiar a ideia de que o folclore implica processos comunicacionais, que nos permitem compreender uma determinada sociedade, e como os indivíduos resinificam códigos, práticas e significados ligados à sua própria cultura. Nesse sentido, busca-se promover o sentido crítico nos leitores, a importancia da análise deste evento folclórico, como também abrir o horizonte de visibilidade a respeito das questões relacionadas ao folclore na Bolívia. Portanto, o desafio reflexivo, deste texto, aponta para a inclusão da teoria da folkcomunicação que, pelo menos, em obras anteriores sobre o folclore boliviano têm sido ausentes, assim também outras categorias teóricas como práticas sociais e culturais, como também a resistência cultural.

Palavras-chave


Festa do "Senhor Jesus do Gran Poder"; Folkcomunicação; resistência cultural