Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
MEMÓRIA E ENSINO DE PIANO EM GUIRATINGA-MT: UM ESTUDO A PARTIR DE IRMÃ AUGUSTA COSTA MARQUES (1980-2000)
Luis Renato Santos Dias

Última alteração: 01-10-19

Resumo


A protagonista desta pesquisa é Irmã Augusta Costa Marques, descendente de uma família tradicional mato-grossense, sendo ela influente na política do estado a época. Ainda criança foi mandada para o Asilo Santa Rita, escola de renome da época.  Através das religiosas, as mulheres seriam preparadas para marcar presença nos bastidores da sociedade cuiabana ou em funções que eram próprias do sexo feminino, como professora primária, enquanto aos homens, cabiam as decisões e o direcionamento da sociedade.  Assim, este trabalho tem por objetivo compreender a contribuição de irmã Augusta Costa Marques, professora leiga de piano, para a educação musical em Guiratinga-MT.  Esta pesquisa, bibliográfica e documental, se propõe a atingir seu objetivo geral por meio da compreensão dos conceitos que dão suporte a ela no viés da História Cultural e se pautará nos estudos de Sirinelli (1998), Chartier (1991), Revel (1998) e Ginzburg (1989), guiando o percurso investigativo a utilizar, da intuição para, a partir da análise de dados particulares, insignificantes, negligenciáveis, marginais e imperceptíveis sobre a vida dessa religiosa-educadora.  Em análise preliminar foi possível perceber que Irmã Augusta dentro da sua vida religiosa dedicou-se a lecionar, mas especificamente o instrumento: piano. Guiada no paradigma salesiano na constituição das Irmã Salesianas, sua peregrinação solitária terá seu ápice em Guiratinga-MT, sua última cidade de trabalho missionário, onde durante duas décadas sob um prisma de idealismo e intrepidez focado na metodologia francesa é aplicada a técnica pianística, com forte influência do Conservatório Brasileiro de Música.  Essa instituição se mostrou importante em seu método sendo adotado no nivelamento das séries dos alunos.  Irmã Augusta inovou em seu período de atuação ao inserir meninos no aprendizado de piano, como também, possibilitou novas perspectivas acerca do gosto pela música erudita nessa localidade.


Palavras-chave


Palavras-chave: Irmã Augusta, Asilo Santa Rita, Pianística.