Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Parâmetros nutricionais em novilhos Nelore suplementados com diferentes níveis de proteína em pastagem tropical no período de transição seca-águas
Maria Isabel Leite da Silva, Joanis Tilemahos Zervoudakis, Renata Pereira da Silva-Marques, Felipe Cecconello Bento

Última alteração: 05-10-19

Resumo


A hipótese do presente estudo é que a suplementação com diferentes aportes de nitrogênio durante o período de transição seca-águas melhora os parâmetros nutricionais de novilhos de corte recriados em pastagens de Brachiaria brizantha cv. Marandu. No experimento foram utilizados 8 novilhos Nelore canulados no rúmen com peso corporal médio inicial de 388 ± 25 kg e idade média inicial de 20 meses, em delineamento quadrado latino duplo 4x4 com quatro suplementos e quatro períodos experimentais de 21 dias cada. Os tratamentos foram controle (apenas suplemento mineral ad libitum) e suplementos com baixa proteína (SBP), média proteína (SMP) e alta proteína (SAP), os quais forneceram 110, 404 e 596 g/dia de proteína bruta, respectivamente. Não houve diferenças entre os tratamentos (P> 0,05) em relação ao consumo de forragem, matéria seca, matéria orgânica e fibra em detergente neutro. Os novilhos sob suplementação apresentaram maiores (P<0,001) ingestão de proteína bruta e carboidratos não fibrosos em relação àqueles que receberam apenas suplemento mineral. Além disso, o SAP proporcionou maior (P< 0,001) ingestão de proteína bruta do que os animais suplementados com SBP e SMP. Os novilhos suplementados apresentaram maior (P<0,05) digestibilidade da matéria orgânica, proteína bruta e carboidratos não fibrosos quando comparados ao grupo controle. Entretanto, não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos para os coeficientes de digestibilidade da matéria seca e fibra em detergente neutro. A suplementação com média proteína para novilhos em pastejo durante o período de transição seca-águas resulta em efeitos interativos, assim melhora o consumo e a digestibilidade dos nutrientes.


Palavras-chave


bovino de corte, digentibilidade, consumo, pasto, proteína