Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
LADY VICTORIA WELBY: VIDA E OBRA
Luciene de Paula

Última alteração: 01-10-19

Resumo


Este trabalho objetiva propor uma reflexão teórica acerca da relação entre linguagem e educação matemática. O arcabouço basilar para nossos argumentos é a teoria Significs da filósofa Lady Welby, que teve, como nós educadores, de enfrentar muitos desafios para conseguir ser ouvida e, mesmo desenvolvendo um trabalho notável e revolucionário acerca do significado do significado, não foi adequadamente reconhecida. A abordagem metodológica é a semiótica e se justifica pela natureza da teoria utilizada, que requer análise e interpretação constante. Constatamos que Welby, buscando a reconciliação entre religião e ciência, criou a teoria Signifcs, que além de ressignificar a linguagem aprimorou uma crítica necessária e pertinente a todas as formas de conhecimento. Ao conhecer a teoria Semiótica de Peirce, Welby pode perceber a similaridade entre suas tríades: Sentido, Significado e Significância (dela) em relação a Primeiridade, Secundidade e Terceridade (dele). Se tornaram grandes amigos e parceiros de pesquisa, e suas teorias, Signifcs, voltada para a linguagem e Semiótica, para a lógica, impulsionaram o desenvolvimento de uma nova ciência e hoje são reconhecidos como os pais da Semiótica Moderna. As cartas que trocaram por quase uma década foram fontes de muitas pesquisas depois de suas mortes. Embora abordaremos sobre problemas que podemos ter com a linguagem, é importante salientar que não entendemos a matemática como uma linguagem, e sim como uma atividade, mas reconhecemos que ela, a linguagem, é fundamental no resultado de cada atividade, por isso, defendemos que quanto melhor e mais consciente a utilizarmos, melhores serão as expectativas  para alcançarmos a aprendizagem dos educandos.


Palavras-chave


Lady Welby, Significs, Semiótica, Linguagem, Educação Matemática.