Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DO POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DE ENERGIA SOLAR PARA A ÁREA URBANA DA CIDADE DE CUIABÁ – MT
Natália Amorim Magalhães

Última alteração: 10-10-19

Resumo


RESUMO

 

 

MAGALHÃES, N. A.  ANÁLISE DO POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DE ENERGIA SOLAR PARA A ÁREA URBANA DA CIDADE DE CUIABÁ – MT. 2020. 103f. Dissertação (Mestrado em Física Ambiental), Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2013.

 

 

A capital de Mato Grosso, Cuiabá, assim como o restante do estado, apresenta condições climáticas intensas ao longo do ano. Cidade de clima quente e com céu predominantemente ensolarado durante todo o ano, Cuiabá possui grande potencial para a implantação de energia solar fotovoltaica, apesar de não estar localizada na área do Brasil que recebe maior radiação. Este estudo tem como objetivo geral analisar este potencial, tendo em vista a importância do aproveitamento de energias renováveis no cenário atual e do aumento da demanda por energia elétrica no Brasil. Para tanto, como objetivos específicos, a análise foi feita por meio dos dados de irradiação provenientes do software SunData, tanto no plano horizontal, quanto no plano inclinado ideal para a geração de energia, e pelos dados da estação fixa do Programa de Pós Graduação em Física Ambiental (PGFA), localizada no colégio Ibero Americano em Cuiabá, MT e a partir deles foi calculado o fator de capacidade de duas placas solares, escolhidas com base em critérios de qualidade e bom custo benefício, para a irradiação incidente na área urbana de Cuiabá-MT. Além disso, foi realizada uma análise do potencial na escala microclimatica a partir de modelagem 3D gerada pelo software Autodesk Revit em conjunto com o plugin Insight Analysis. Espera-se que com os resultados desta pesquisa, os estudos de clima urbano que deem enfoque para a energia renovável fotovoltaica no estado de Mato Grosso sejam enriquecido, atentando para a importância da análise de radiação e a influência na eficiência da placa solar, de forma a mitigar o rigor climático imposto pelo clima de cidades, ainda em desenvolvimento, como Cuiabá.


Palavras-chave


Clima, Energia, Radiação solar