Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Substituição parcial do farelo de soja por outras fontes proteicas em dietas de milho grão inteiro:pellet: características nutricionais
Reginaldo Martins de Sousa

Última alteração: 08-10-19

Resumo


Com a crescente utilização do sistema de confinamento no Brasil, dietas de alta inclusão de concentrado ganham interesse para produção de animais com maior rendimento de carcaça e acabamento. Dentro das dietas de alto concentrado, dietas de grão inteiro e sem inclusão de fibra surgem como alternativas praticas ao produtor. Dietas de grão inteiro baseiam-se na composição por 85% de milho grão inteiro e 15% de um pellet que contenha em sua composição proteína, minerais, vitaminas e aditivos. O farelo de soja é utilizado como a principal fonte de proteína incluída na produção desses pellets. O alto valor desse insumo, mesmo em regiões de grande produção, torna o custo da produção do núcleo peletizado oneroso, viabilizando o estudo de fontes proteicas alternativas, como o farelo de algodão, farelo de girassol e subprodutos de destilarias. Com isso, esse trabalho objetiva verificar o efeito da substituição parcial do farelo de soja por outras fontes proteicas sobre os parâmetros nutricionais de bovinos confinados. Será avaliado a substituição parcial de 50% da proteína advinda do farelo de soja por outras fontes na composição do núcleo peletizado em dieta composta por 85% milho grão inteiro e 15% núcleo e suas influencias sobre o consumo dos nutrientes, digestibilidade, eficiência alimentar, caracterização químico-bromatológica da dieta consumida, pH ruminal, nitrogênio amoniacal ruminal, concentração de ácidos graxos voláteis no fluido ruminal e mudanças na população microbiana. Sendo avaliado também o comportamento ingestivo dos animais, a ingestão e aproveitamento dos grãos de milho, o tamanho de partículas e a observação de grãos inteiros nas fezes. Os tratamentos avaliados são: FS - 85% MGI e 15% núcleo farelo de soja; FA - 85% MGI e 15% núcleo farelo de soja + farelo de algodão; FG - 85% MGI e 15% núcleo farelo de soja + farelo de girassol; DDG - 85% MGI e 15% núcleo farelo de soja + DDG 35% de PB; FP - 85% MGI e 15% núcleo farelo de soja + DDGS; Utilizando cinco novilhos Nelore (674,8kg) distribuídos, aleatoriamente, em delineamento quadrado latino 5x5. O experimento terá duração de 90 dias, com períodos de 18 dias, 13 de adaptação e 5 de coletas. Alimentação fornecida diariamente às 07h30 e às 16h30. As variáveis serão analisadas pelo procedimento MIXED do SAS (versão 9.4). O efeito de tratamento foi considerado fixo, animal e período aleatórios. A opção LSMEANS será utilizada para gerar as médias de mínimo quadrado para cada tratamento. Diferenças avaliadas através da Diferença Mínima Significativa de Fisher. Efeitos serão considerados significativos quando P<0,05. As medidas de pH e NH3 serão analisadas como medidas repetidas no tempo, sendo tratamento, tempo e interação tratamento*tempo considerados efeitos fixos, período e animal efeitos aleatórios. A opção LSMEANS será utilizada para gerar as médias individuais para tratamento, para os tempos de coleta e interação tratamento*tempo. Os efeitos de tratamento, tempo e interação tratamento*tempo serão definidos pelo teste-F da ANOVA. Comparações de tratamentos dentro de tempo serão realizadas pelo mesmos contrastes supracitados. Efeitos serão considerados significativos quando P<0,05.

 


Palavras-chave


bovinos, soja, algodão, grão inteiro, parâmetros