Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Estudo de resistência genética de Teca ao fungo Ceratocystis fimbriata por estudo de associação genômica ampla
Isabela Vera dos Anjos, Júlio Cézar Passos, Geisson Mateus de Jesus Martins, Geicieli Procópio Martinez, Edeon Alves dos Santos Filho, Bruna Lopes, Leonarda Grillo Neves

Última alteração: 08-10-19

Resumo


A espécie Tectona grandis Linn. F. pertence à família Lamiaceae, sua ocorrência natural se dá principalmente nas regiões da Índia, Mianmar, Tailândia e Laos, é caracterizada como madeira de primeira linha, apreciada no mundo todo por alguns fatores como coloração da madeira, durabilidade, alto valor comercial, e versatilidade de utilização. O Brasil tem liderado o ranking global de produtividade florestal, estimada em mais de 88.000 ha plantados, distribuídas nos estados do Mato Grosso, Pará e Roraima. Paralelo ao crescimento da área plantadas e práticas inadequadas, cresce também relatos sobre o aparecimento de problemas bióticos e abióticos nos plantios de teca que causam perdas significativas, fato que se intensifica devido à escassez de estudos nesta área. Dentre estes problemas destaca-se a murcha causada pelo fungo Ceratocystis fimbriata, já relatado anteriormente em outras culturas, este patógeno pode causar danos diretos e indiretos que influenciam na qualidade da madeira, além da murcha outros sintomas como escurecimento do lenho, manchas na madeira e mortalidade das plantas, além do risco de propagação da doença com a exportação de produtos madeireiros. Este trabalho tem como objetivo, realizar a genotipagem ampla do banco de germoplasma de teca do LMGV (Laboratório de melhoramento genético vegetal) da UNEMAT, via NextRAD-seq, realizar as análises filogenéticas, de estrutura de população e desequilíbrio de ligação. Investigar e localizar por meio do estudo de associação genômica ampla, os genes responsáveis pela resistência ao fungo Ceratocystis fimbriata presentes no genoma da Tectona grandis, identificando as regiões e marcadores moleculares específicos, possibilitando a implantação de um programa de seleção assistida por marcadores. Para isto serão utilizados 192 diferentes genótipos de teca selecionados de acordo com trabalhos anteriores, para representar a variabilidade da espécie, o trabalho será dividido em 5 etapas: 1)Extração de DNA; 2) Obtenção de um genoma consenso para teca via sequenciamento; 3) Identificação de variantes SNPs no genoma; 4) Análises filogenéticas, estrutura de população e desiquilíbrio de ligação; 5) Estudos de associação. Espera-se por meio do estudo de associação genômica ampla, identificar as regiões genômicas relacionadas a característica de resistência ao C.fimbriata em teca, possibilitando a identificação dos marcadores ligados a estas regiões. Para assim acelerar o programa de melhoramento visando resistência ao C. fimbriata da UNEMAT, e produzir um genótipo comercial de teca inovador e então contribuir para o desenvolvimento Científico e Tecnológico da silvicultura nos diferentes biomas de Mato Grosso.


Palavras-chave


genotipagem, marcadores moleculares, produtividade florestal