Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Os repositórios virtuais de imagens na contemporaneidade: Possibilidades de utilização
Marcelo César Velasco e Silva

Última alteração: 14-10-19

Resumo


Resumo: Este projeto de pesquisa tem como proposta uma reflexão acerca do uso dos museus virtuais, repositórios de imagens e similares, como ferramenta para ações educativas e comunicacionais, visando principalmente os profissionais da arte-educação. A ideia é elaborar uma proposta para a arte-educação, amparada a partir do processo decolonial, de uso de museus virtuais ou repositórios digitalizados de imagens. A particularidade se dá, como estudo de caso, pela utilização do site Visual Virtual MT. O VVMT, gerado na perspectiva da decolonialidade, é um lugar onde possibilita aos interessados na visualidade, o acesso a obras de arte produzidas no estado de Mato Grosso, pesquisas acadêmicas correlatas e os processos de produção de visualidade, como no caso da iconografia indígena, que no sistema de arte vigente a considera como uma “arte” menor. O sistema que ora prevalece, gerado no processo da colonialidade, impõe categorizações hierarquizantes, e com isso a produção visual criada no âmago da cultura local é relegada a um nível sempre inferior, tornando-a distante do público, apesar de estar próxima fisicamente. A tela dos equipamentos eletrônicos de comunicação fazem parte do cotidiano da grande maioria da população na atualidade, interferindo nos comportamentos individuais e coletivos, esta pesquisa busca analisar as potencialidades e dificuldades do uso de repositórios de imagens digitais na educação aesthésica, sob o viés da opção decolonial, criando a possibilidade de que por meio da mediação de arte-educadores, essas imagens sejam acessadas pelo público estudantil e em geral, o que certamente irá contribuir para o vigor da cultura local.

Palavras-chave


Repositórios Virtuais; Decolonialidade; Arte-educação