Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Polimorfismos genéticos relacionados à neutrotransmissão da dor em fibromialgia e suas características clínicas em pacientes do município de Cuiabá/Mato Grosso: estudo de caso-controle
Juares Antonio Cividini Junior, Bianca Borsatto Galera, Fabrício Santos Rios, Lia Rachel Chaves do Amaral Pelloso

Última alteração: 09-10-19

Resumo


A Fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que cursa com dor difusa de maneira crônica, inabilidade física e laboral, oscilações de humor, episódios de ansiedade, fadiga e insônia, acometendo principalmente mulheres em idade economicamente produtiva. Causa, portanto, importante comprometimento físico, mental e social. Não apresenta ainda uma fisiopatologia totalmente explicável, porém tem sua origem genética questionada. Há evidências de que alguns single nucleotide polymorphisms (polimorfismos de nucleotídeo único ou SNPs) podem alterar a função de enzimas (sobretudo a catecol-O-metiltransferase ou COMT) e outros elementos que atuam na modulação dos circuitos de dor, aumentando a suscetibilidade do indivíduo a processos álgicos e, por consequência, causando menor resposta ao tratamento. Este estudo propõe avaliar clinicamente um grupo de pacientes fibromiálgicos do município de Cuiabá, genotipá-los quanto à presenta dos SNPs rs4680, rs6269, rs4633, rs4818 e rs165599, do gene que codifica a COMT, e comparar os seus dados com os de um grupo controle.

Palavras-chave


Dor crônica; síndrome fibromiálgica; polimorfismos genéticos; COMT; qualidade de vida.