Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A CURADORIA DIGITAL APLICADA AO SITE “VISUAL VIRTUAL MT”: uma análise a partir da decolonialidade da arte
Jordan Antonio de Souza, Ludmila de Lima Brandão, Giordanna Laura da Silva Santos

Última alteração: 17-10-19

Resumo


As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) ganham cada vez mais evidência por propiciar acesso a informações e ao conhecimento de diversas áreas para a sociedade contemporânea, contribuindo com o rompimento de barreiras que limitam ou dificultam o compartilhamento e o acesso às informações. O site Visual Virtual MT (VVMT), fruto da pesquisa “Artes Visuais em Mato Grosso: acevo, difusão e crítica”, pode ser citado como exemplo de iniciativas que promovem e possibilitam acesso a informações em meio digital. O conteúdo do site está relacionado principalmente as artes visuais em Mato Grosso, que outrora seriam encontrados quase que exclusivamente em suportes e ambientes físicos/analógicos e possivelmente sujeitos a restrições de acesso. A digitalização de trabalhos e documentos artísticos, ou a produção em formatos natos digitais de materiais desta natureza, pode ampliar as possibilidades de acesso a informação, implicando em benefícios de difusão, guarda e também preservação do material. As práticas de curadoria digital, mesmo que ocorram de forma não intencional, geralmente estão envolvidas com os processos que envolvem a cultura digital, presente em muitos dos trabalhos que estão relacionados ao tratamento de informações digitais em sites, bases de dados, repositórios digitais e outras ferramentas que possibilitam o acesso e recuperação de informações. Busca-se com este estudo compreender a lógica de organização das informações digitais relacionadas às artes visuais de Mato Grosso empregadas no desenvolvimento, organização e demais arranjos que possibilitaram o funcionamento do site VVMT, verificando desta forma se a opção de organização decolonial aplicada ao VVMT gera uma lógica de organização e classificação viável para repositórios digitais. Neste sentido, o site Visual Virtual MT será analisado de forma a possibilitar reflexões acerca de como a opção de organização pelo viés decolonial usada pelo projeto se aplica na utilização do site e se otimiza a navegabilidade e usabilidade do sítio eletrônico pelo internauta. Para tanto as análises compreendem o site VVMT, seu projeto criação enviado e aprovado pela CAPES em que se apresenta a escolha da opção decolonial para organização, verificando como esta opção se desdobrou e os efeitos surtidos no site.  Dentre os procedimentos metodológicos que se pretende utilizar estão os encontrados na pesquisa bibliográfica, exploratória, quali-quantitativa, bem como outros recursos metodológicos que se façam necessários para complementar a pesquisa. Assim, com o desenvolvimento deste trabalho espera-se compreender e evidenciar a relevância da organização decolonial presente aplicada ao site VVMT frente a outras técnicas de organização e classificação de repositórios disponíveis, partindo para isso de conhecimentos acerca da arte, estética, aiesthesis, curadoria digital, repositórios digitais entre outros que venham a complementar o desenvolvimento da pesquisa, a fim de contribuir para evidenciar ainda mais a importância deste site.

Palavras-chave


Visual Virtual MT; Artes visuais - Mato Grosso; Repositórios digitais.