Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O PROJETO TERRANOVA – ENTRE A COLONIZAÇÃO E O GARIMPO
MARIA ARLINDA DA SILVA

Última alteração: 07-10-19

Resumo


A década de 70 do século XX foi marcada pelos grandes projetos de colonização na Amazônia, executados pelo Governo Federal, por empresas de colonização privadas e por Projeto de Assentamento Conjunto – PACs, parceria entre o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA e cooperativas, com o intuito de ocupar os chamados “espaços vazios” e para desmobilizar os movimentos pela Reforma Agrária no Sul e Nordeste. O governo utilizou diferentes estratégias para atrair os agricultores de várias regiões do Brasil para a Amazônia. O nosso estudo trata das especificidades do Projeto Terranova. Tal projeto ficou sob a responsabilidade da Cooperativa Agropecuária Mista Canarana Ltda – Coopercana que, em 1978, recebeu do governo federal a concessão de 435.000 hectares, situadas às margens da BR-163 (Cuiabá-Santarém), no quilômetro 700, na região norte de Mato Grosso, cujo objetivo principal foi acolher colonos expulsos das reservas indígenas de Nonoai e Guarita/RS. Próximo à área destinada à colonização, imigrantes descobriram ouro de aluvião, atraindo garimpeiros e até mesmo agricultores. Esta pesquisa se propõe a compreender a interferência do garimpo no processo de colonização do Projeto Terranova e a sua relação com o município de Peixoto de Azevedo. Para realização da pesquisa estão sendo utilizadas fontes bibliográficas, fontes orais, Documentos do 6º Oficio de Registro de Imóveis no município de Cuiabá/MT; acervos de jornais e documentos do Arquivo Público de Mato Grosso (APMT); dados estatísticos do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM); e da Companhia Mato-grossense de Mineração (METAMAT); dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE); Com base na pesquisa de campo e fontes bibliográficas, analisaremos o espaço de ocupação territorial destinado à colonização, através da experiência e expectativa que, segundo Koselleck,  são duas categorias importantes para entrelaçar o passado e o futuro.


Palavras-chave


Projeto Terranova; colonização; garimpo.