Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Contribuições da História da Ciência para o ensino de Ciências Naturais, diante da relação entre ciência e religião
Suzilene Damazio de Lara Campos, Elane Chaveiro Soares

Última alteração: 17-10-19

Resumo


O presente projeto de pesquisa visa responder a pergunta: Quais as contribuições da História da Ciência para o ensino de Ciências Naturais, diante da relação entre ciência e religião? Essa problemática surge da percepção de que a história da ciência apresentada pelos livros didáticos – principal instrumento de comunicação científica utilizada em salas de aula – é considerada problemática por vários profissionais da área de ensino em ciências. Ao que se refere à relação entre ciência e religião no ensino, duas observações podem ser exploradas inicialmente. Em primeiro lugar, observou-se que alguns pesquisadores afirmam que a religiosidade – em especial a de matriz protestante – exerce uma influência negativa na aprendizagem das ciências. Essa observação nos leva a alguns questionamentos, como por exemplo: o que o professor compreende por influência negativa da religião no aprendizado das ciências? Essa dificuldade de aprendizagem está mesmo relacionada à resistência ao “saber científico”? Se sim, por que há resistência a esse saber por parte de alunos religiosos? A aprendizagem do conhecimento científico requer necessariamente a substituição do discurso religioso pelo científico? Em segundo lugar, percebe-se que, geralmente quando a religião é mencionada em livros didáticos ela aparece como inimiga da ciência, e pouco ou nada é explorado acerca das motivações religiosas ou metafísicas no fazer científico de tantos personagens importantes da história da ciência. Essas situações ocasionam consequentemente, uma série de barreiras ao processo de ensino e aprendizagem das ciências. Além disso, pesquisas vêm apontando que os estudantes podem estar construindo uma concepção empiricoindutivista e ateórica de ciência que por sua vez, é rígida, aproblemática e ahistórica, de cunho exclusivamente analítico. Uma ciência de perspectiva acumulativa e de crescimento linear, de prospecção indutivista e elitista, com uma imagem descontextualizada e socialmente neutra. Diante dessas observações a hipótese desta pesquisa é a de que a história da ciência ajuda a compreender melhor a natureza da ciência, desfazendo algumas visões distorcidas desta, o que possibilita a minimização dos obstáculos para a aprendizagem do conhecimento científico, inclusive, por alunos religiosos. Deste modo, tem-se como objetivo geral deste trabalho compreender quais as contribuições da História da Ciência para o ensino de Ciências Naturais, diante da relação entre ciência e religião. Para tanto será realizada uma pesquisa do tipo qualitativa, a fim de compreender como o objeto de pesquisa se manifesta e qual a sua relação no processo de ensino e aprendizagem.

Palavras-chave


Episódios Históricos da Ciência, Natureza da Ciência, Ciência e Religião.