Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
COMUNIDADE JUDAICA CRISTOLÓGICA DE ISRAEL: HOSPITALIDADE, DESCONSTRUÇÃO E VIVÊNCIAS NO ASSENTAMENTO VERANEIO
Alexandre Gomes Daniel, Silas Borges Monteiro

Última alteração: 01-10-19

Resumo


Resumo: Esta pesquisa, sob o título provisório Comunidade judaica Cristológica de Israel: hospitalidade, desconstrução e vivências no Assentamento Veraneio, compõe as pesquisas da linha Cultura, Memória e Teorias em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (PPGE/UFMT) no marco teórico do grupo de pesquisa Estudos de Filosofia e Formação, sublinha Experimentações em teorias e práticas educacionais, que investiga os saberes básicos do campo da educação, compreendidos na confluência com a dimensão filosófica e psicológica por utilizar variadas abordagens teóricas-metodológicas associadas às questões relativas aos processos de formação que tratam de práticas educacionais dentro e fora do contexto escolar. O objeto desta pesquisa é uma comunidade denominada “Cristológica de Israel”, situada no Projeto de Assentamento Veraneio, zona rural do município de Nova Canaã do Norte, em Mato Grosso (680 km distante de Cuiabá). Esta comunidade existe há mais de quinze anos, inicialmente fundada no município vizinho, Colíder. A pesquisa se dará a partir da análise do trabalho social feito por essa comunidade judaica; é uma casa que recebe jovens dependentes químicos que se dispõem a passar pelo processo de recuperação química. Os jovens, ao chegarem à comunidade, contribuem no trabalho local, cuidando das criações de gado, ovinos, hortaliças ou na fabricação de artesanatos. É de conhecimento que alguns jovens não se adaptaram à rotina da comunidade e saíram dela espontaneamente. A pesquisa operará com os conceitos de hospitalidade, vivências e desconstrução, a partir das contribuições das filosofias da diferença. A prática de acolhimento da comunidade (hospitalidade) a vida vivida (vivências) em assentamento e a tensão de culturas (desconstrução) são os elementos de atenção desta pesquisa. Por se constituir, igualmente, um espaço de formação institucional, interessa, aqui, examinar os desdobramentos desta formação e o modo como as comunidades do entorno tratam um grupo caracterizado pelo cruzamento de culturas e concepções.

 


Palavras-chave


Hospitalidade; Cultura; Educação