Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DO DESEMPENHO E DA ASSIMETRIA DE FORÇA PROPULSIVA DURANTE O TESTE DE NADO ATADO E TESTE ISOMÉTRICO DE NATAÇÃO
Maria Luiza Coelho da Silva

Última alteração: 04-10-19

Resumo


O nado Crawl tem uma técnica de nado simétrico translacional que envolve coordenação alternada de braçada e o desempenho motor depende da proficiência de cada segmento em gerar força propulsiva. A natação em nível competitivo exige tempo e dedicação consideráveis dos atletas e isso pode comprometer a saúde dos seus praticantes. Essas atividades cíclicas e repetitivas realizadas ao longo de vários anos acarretam uma sobrecarga desigual entre os lados podendo levar ao surgimento de assimetrias entre os membros superiores. No entanto, as causas dessas assimetrias não são concludentes, mas podem estar relacionadas a um déficit de controle motor, dominância manual ou fatores associados à própria técnica de nado. Para otimização do desempenho e prevenção de lesões diferentes testes são propostos para quantificar parâmetros da força muscular em membros superiores de nadadores, tais como: teste isocinético, teste isométrico, teste de uma repetição máxima e ou nado atado. O teste isométrico já se mostrou confiável na avaliação da força de membros superiores e de assimetrias e apresentou boa correlação com o nado atado e com o desempenho de nado. No entanto, a maioria dos estudos avalia somente a varredura para dentro e despreza as outras varreduras da braçada do nado crawl. Diante do exposto, o objetivo do presente projeto é analisar a relação entre os torques articulares gerados pelos hemicorpos direito e esquerdo no banco isométrico em três posições distintas e no nado atado. A amostra será composta de nadadores e triatletas entre 16 e 30 anos. Os voluntários passarão por 3 sessões: na primeira sessão serão realizadas as medidas antropométricas, familiarização com teste isométrico e o nado atado; na segunda e terceira sessão, os voluntários realizarão as sessões de teste utilizando o banco de varreduras e o nado atado. Os testes isométricos serão realizados em um banco instrumentalizado em decúbito ventral, aplicando força máxima de forma unilateral em três posições referentes às braçadas do nado crawl; serão realizadas duas tentativas com duração de seis segundos com intervalo de um minuto de descanso. Os testes de nado atado serão executados na piscina com o voluntário em posição horizontal, com um flutuador entre as pernas, o mesmo usará uma cinta presa a uma corda não extensível e realizará somente a braçada do nado crawl em intensidade máxima. O teste também será realizado em duas tentativas que terão duração de dois minutos com intervalo de dez minutos entre tentativas. Ambos os testes utilizarão a célula de carga para aquisição dos valores de força. Os procedimentos estatísticos a serem realizados são: análise estatística descritiva dos dados por meio de média, desvio padrão e coeficiente de variação;  normalidade pelo teste estatístico de Shapiro Wilk; Teste T  e o teste de correlação de Pearson. O nível de significância adotado para todos os procedimentos estatísticos será de p ≤ 0,05.