Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Latramentos Digitais em Narrativas de Estudantes NEAD/UFMT
Iracema Cristina Fernandes da Silva, Terezinha Fernandes Martins de Souza

Última alteração: 01-10-19

Resumo


O processo de comunicação com o uso de tecnologias digitais na educação tem passado por mudanças significativas, principalmente na Educação a Distância (EaD) que busca apoio nos artefatos culturais digitais para romper com a lógica de tempo e espaço historicamente construídos. A hibridização de tecnologias digitais tem proporcionado grande mobilidade nas práticas cotidianas de comunicação e permitido ampliar a discussão acerca de tais conceitos e suas relações com a educação. Nessa direção o estudo teve como problema: que letramentos digitais (LD) são necessários para que estudantes de licenciatura, modalidade a distância, possam atuar de maneira competente no curso mediados por ambiente virtual de aprendizagem (AVA)? Em busca de respostas a tal questão o objetivo da pesquisa é compreender sobre usos e apropriações de tecnologias nas narrativas digitais dos estudantes da turma 1/2017, no curso de Pedagogia, modalidade a distância NEAD/UFMT - polo de Juara relacionando aos letramentos digitais (LD) em uma perspectiva social e abordagem crítica pelo viés do modelo ideológico. A investigação apoia-se na abordagem de pesquisa qualitativa (Denzin e Lincoln, 2006) e na metodologia de pesquisa-formação na cibercultura (Santos, 2014). A opção por esse tipo de metodologia se deu por propiciar um movimento dialógico de pesquisar e se formar e de pesquisar, se formar e formar o outro ao mesmo tempo, imbricado na relação social e didático-pedagógica com o objeto de pesquisa. O referencial teórico para discutir cibercultura, tecnologias digitais, educação online, letramentos digitais teve como base autores como Street (2014), Buzato (2009), Santos (2012), Souza (2016) e outros. Além do estudo bibliográfico foram realizadas duas revisões sistemáticas de literatura para ampliar o olhar sobre as pesquisas brasileiras no campo da educação, cibercultura, formação de professores e LD. A análise documental se deu a partir do projeto do curso citado e das Memórias de Estudante e Narrativas em Blog produzidas pelos estudantes em duas interfaces do AVA a partir do foi possível a produção de dados que compõem o corpus de análise do estudo. Como resultados preliminares destaca-se a formação “Introdução ao uso do AVA” que antecede as disciplinas do currículo como potencial mobilizadora de pelo menos duas dimensões dos LD, a funcional e a comunicacional. E as narrativas dos estudantes no início do curso fazem menção ao uso de tecnologias no percurso escolar marcadas basicamente pela dimensão funcional dos LD, enquanto as narrativas em Blog ao descrever seus usos de TD trazem além das dimensões citadas, a informacional e a social, bem como suas apropriações durante o curso destacando as potencialidades da comunicação ubíqua, inteligência coletiva, aprendizagem colaborativa. Na continuidade do estudo o modelo ideológico que ampara a compreensão da perspectiva social e abordagem crítica dos letramentos será aprofundada para apoiar os resultados.

 


Palavras-chave


Cibercultura. EaD. Educação Online. Tecnologias digitais. Letramentos digitais. Narrativas.