Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Narrativas Infantis; o que as crianças dizem sobre as experiências vivenciadas na educação infantil e inicio do ensino fundamental?
Kelen Galvao Pinheiro, Filomena Maria de Arruda Monteiro

Última alteração: 01-10-19

Resumo


O período escolar é um momento único na vida do ser humano. A escola é o primeiro ambiente social onde as crianças se relacionam com outras pessoas além da  família. Desde que as crianças pequenas tiveram direito garantido em 1988 através da Constituição Federal de ir á escola, bebês e crianças pequenas chegam ao espaço escolar e estabelecem relações com o meio e com seus pares, através das vivencias e experiências a partir do desenvolvimento das múltiplas linguagens. Entre muitos, dos momentos que se constituem o tempo escolar e ao longo da vida escolar, um especialmente tem causado inquietações entre grupos de pesquisadores da infância, o momento da passagem da educação infantil para o ensino fundamental. Grande são as discussões em torno dessa temática, porém frente aos levantamentos sobre a temática, percebeu-se que os destaques nos trabalhos de pesquisa dão ênfase as discussões sobre o processo de adaptação, a metodologia adotada no trabalho docente referente a ludicidade, músicas e etc, a maneira como a escola recepciona as crianças e suas famílias, as implicações da formação desse profissional entre outros. Diante da problemática o presente estudo visa compreender esse processo na perspectiva de quem está protagonizando o momento, as crianças. Utilizando como metodologia a pesquisa narrativa, o elemento principal da pesquisa serão as narrativas infantis, buscando compreender, analisar e interpretar as vivencias e experiências que constroem e dão significado a esse momento de mudança social, temporal e cognitivo que passam as crianças. O processo coleta de dados da pesquisa se dará em uma escola da rede Municipal de Sinop, com um grupo de crianças oriundas da educação infantil e ingressantes na turma do primeiro ano do ensino fundamental. A partir do espaço “tridimensional”, elemento que caracteriza a pesquisa narrativa, busca-se entre outros, analisar e discutir sobre o que as crianças pensam sobre esse momento, qual sentido dão a esse momento, o que elas sentem e como se sentem ao realizarem essa passagem, como gostariam que ele ocorresse, quais são as dificuldades e desafios enfrentados, como desejariam que fosse o espaço que as cercam, enfim buscando assim promover uma mudança social, ética e democrática a partir das observações e falas das principais envolvidas no processo de passagem, as crianças. A pesquisa iniciar-se á no ano de 2020, onde até o momento não temos nenhum resultado, somente dados bibliográficos.


Palavras-chave


pesquisa narrativa, crianças, passagem para o ensino fundamental.