Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
O PODER DE MERCADO DOS FRIGORÍFICOS DE BOI GORDO EM MATO GROSSO
Ana Carolina Mota

Última alteração: 08-10-19

Resumo


A concentração de poder em poucas empresas frigoríficas aumentou nos últimos anos no Brasil, resultado principalmente das fusões e aquisições que ocorreram no setor, onde o benefício do aumento da concentração de uma indústria se dá principalmente via ganhos de escala de produção (MOITA; GOLON, 2014). Ainda segundo Moita e Golon (2014), esse é o principal argumento utilizado para explicar a resistência nas operações de fusões horizontais entre empresas de uma mesma indústria frente ao órgão antitruste, bem como a existência de políticas industriais para ganho de competitividade devido ao aumento da concentração, onde o lado negativo acaba sendo o aumento da possibilidade de execução de poder de mercado pelas firmas. Segundo dados do IBGE (2018), o estado de Mato Grosso lidera o ranking das UFs no quesito abate de bovinos, com uma participação de 15,1% do abate total nacional, sendo o segundo maior estado exportador de carne bovina, possuindo dessa forma uma grande importância para economia brasileira. Tendo em vista a importância da pecuária para o cenário nacional e principalmente estadual, o objetivo geral desse estudo será analisar a existência e o poder de mercado dos frigoríficos de boi gordo no estado de Mato Grosso e, ter-se-á como objetivos específicos: a) Análise da estrutura de mercado dos frigoríficos; b) Análise e definição do mercado relevante (antitruste); c) Análise da concentração de frigoríficos no estado para identificar o tipo de mercado presente. Esse estudo justifica-se pelo fato de que, segundo Pitelli (2008) um aumento de preços originado do poder de mercado de uma empresa ou de um grupo de empresas em um período de tempo ocorre na intenção de aumentar os seus lucros e, determinada prática pode causar tanto transferência de renda dos consumidores para os produtores, ou seja, um apoderamento do excedente do consumidor, quanto uma perda de bem-estar social, gerando um peso-morto. Além disso, a definição de um mercado relevante implica na delimitação do mercado analisando a substituibilidade da demanda no quesito produto, geográfico e temporal, como também a substituibilidade da oferta (Gama e Raiz, 2005), resultando no tipo de poder de mercado dos frigoríficos e qual o nível de domínio sobre os vendedores, se os mesmos perdem bem-estar social. Nesse caso, têm-se como hipótese se a estrutura de mercado dos frigoríficos pode ser considerada um oligopsônio ou monopsônio local. Pretende-se utilizar a metodologia de séries temporais em painel, mais especificamente, VAR em painel. Os dados a serem utilizados nessa dissertação disponíveis são: Preços, Abate, Rebanho e Escala de abate. Os dados disponíveis são diários de 2016 a fevereiro de 2019 e serão extraídos secundariamente do portal de séries temporais do IMEA.