Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Biologia reprodutiva de Hypocnemoides maculicauda (Passeriformes: Thamnophilidae) no Pantanal Norte
Mayara Zucchetto

Última alteração: 08-10-19

Resumo


Aspectos da biologia reprodutiva estão entre os mais importantes atributos da história de vida das aves, porém nos trópicos tais dados ainda são insipientes, principalmente para Thamnophilidae. Hypocnemoides maculicauda habita matas sazonalmente alagadas do sul da Amazônia e Pantanal, e pouco se sabe sobre a biologia reprodutiva da espécie. Este estudo teve como objetivo determinar período reprodutivo, descrição dos ninhos, altura em relação a agua e ao solo, período de incubação e ninhego e probabilidade de sucesso. O trabalho foi feito entre 2007 e 2011 no Pantanal de Poconé, MT. Foram encontrados 83 ninhos, porém somente 64 ativos. A estação reprodutiva vai de janeiro a abril, compreendendo a cheia no Pantanal Norte. Os ninhos são em formato de bolsa, suspensos e fixados pela parte superior do ninho na planta-suporte e construídos com raízes aéreas de Cissus spinosa ou C. sicyoides. Machos e fêmeas participam da confecção dos ninhos, incubação e cuidado aos ninhegos. A altura da base do ninho em relação ao solo foi de 54 a 172 cm (média ± SD = 109.11 ± 30.49 cm; em relação à água foi de 16.1 a 120 cm (64.46 ± 27.93 cm). Os períodos de incubação e ninhegos foram 16.5 ± 1.75 dias (n=11) e 11.8 ± 1.45 dias (n= 9), respectivamente. O sucesso aparente foi de apenas 12%, corroborando com outros estudos e altas taxas de predação já registradas para o Pantanal.


Palavras-chave


Reprodução; áreas úmidas; ninhos; incubação; ornitologia