Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Propriedades Elétricas de cerâmicas MZrO3-Bi(Zn1/2Ti1/2)O3 com (M=Ca, Ba, Sr).
Daniela Aparecida Monteiro Appolari, Mauro Miguel Costa, Ricardo Rodrigues de França Bento

Última alteração: 03-10-19

Resumo


Materiais livres de chumbo são amplamente estudados devido à necessidade de substituição de piezoelétricos baseados em chumbo devido à preocupação com o meio ambiente. Perovskitas baseadas em bismuto apresentam propriedades elétricas comparáveis aos piezoelétricos baseados em chumbo e exibem estruturas eletrônicas similares com o chumbo. Essas perovskitas baseadas em chumbo lideraram o mercado de materiais ferroelétricos e piezoelétricos por décadas, sendo muito usadas em aplicações incluindo atuadores, sensores, sensores wireless e componentes de memória. Assim, cerâmicas de MZrO3 com M=Ca, Ba e Sr devido à sua solubilidade em outras soluções sólidas compostas de perovskitas são boas candidatas para obter materiais piezoelétricos. Nesse trabalho, as cerâmicas MZrO3:Bi(Zn1/2Ti1/2)O3 com M=Ca, Ba e Sr, (CZ:BZT), (BZ:BZT) e (SZ:BZT) foram obtidas pela técnica de estado sólido com razões de  (95:05), (90:10), (85:15) e (80:20). A técnica de espectroscopia de impedância (E.I.) foi empregada com o objetivo de analisar as propriedades elétricas das matrizes em investigação. Para isto, fizemos análise qualitativa que trata da observação das medidas de E.I. comparando com as diferentes composições das amostras e diferentes temperaturas durante a medida. Foi feito também uma análise quantitativa, onde por meio de simulações teóricas de modelos de impedância, conseguimos inferir que as medidas de E.I. das matrizes estudadas neste trabalho podem ser compreendidas e ajustadas segundo o modelo de Cole-Cole. Também observamos a presença de um e de dois semicírculos característicos do grão e do contorno de grão nas matrizes cerâmicas estudadas neste trabalho.


Palavras-chave


perovskita, espectroscopia de impedância, cerâmica, estado sólido, modelo de cole-cole.