Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
TIJOLOS DE CONCRETO: ALTERNATIVA PARA DESTINAÇÃO DE ÁGUA COM METAIS PESADOS A PARTIR DE EFLUENTE TRATADO COM BIOMASSA VEGETAL
Wesley; Pisin, Leandro Battirola, Ricardo Tortorela

Última alteração: 08-10-19

Resumo


Resumo:
Os metais pesados apresentam elevado poder de toxicidade tanto ao meio ambiente, quanto aos seres vivos. A contaminação ambiental ocasionada por esses elementos constitui um dos mais graves problemas relacionados à proteção do meio ambiente e a saúde dos ecossistemas. Quando encontrado no ambiente, a presença de alguns desses elementos químicos, em baixas concentrações é fundamental para que ocorra equilíbrio e manutenção da biota. Entretanto, quando em elevadas concentrações, devido à incapacidade de se biodegradar, esses elementos podem se bioacumular nos ecossistemas, contaminando toda a cadeia alimentar, que tem como destinatário final o homem. A presença desses elementos em níveis elevados é preocupante, principalmente, quando encontram-se em áreas de agricultura e agroindustriais, visto que a dieta animal e humana provém de produtos que utilizam plantas como base. Assim, o transporte dos metais aos alimentos, pode comprometer a qualidade da saúde humana e animal. Analisando essa problemática, estudos têm demonstrado o elevado potencial de aplicação de plantas terrestres e aquáticas (vivas ou sua biomassa) em processos de fitorremediação em áreas contaminadas. Existem diversas maneiras utilizadas para a remediação da área contaminada por metais, porém, alguns fatores como alto custo e alteração das propriedades ambientais são algumas das dificuldades encontradas para a aplicação das técnicas. Em contraste a estes métodos para a remoção de metais em meio líquido, existem outros processos de tratamento, como a adsorção. Por ser um processo pouco oneroso, a utilização de adsorventes de origem vegetal tem sido muito utilizada. Esses adsorventes geralmente são encontrados em locais próximos, são de fácil aquisição, manuseio e aplicação. Outro ponto a se destacar é que a biomassa utilizada no processo de adsorção, tem como notável vantagem a recuperação desses metais pelo processo de dessorção, no qual os metais podem ficar na água, sendo esta, armazenada em um recipiente possibilitando sua reutilização. Dessa forma, a pesquisa justifica-se por utilizar a biomassa como elemento filtrante em leito fixo para tratamento de efluentes agroindustriais, retirando os metais pesados do efluente (principalmente cobre, cromo, mercúrio e chumbo), permitindo reutilizando a água obtida pelo processo de dessorção da biomassa para a fabricação de tijolos de concreto, possibilitando, assim, a imobilização desses metais e o reaproveitamento da biomassa para nova filtragem. Também avaliar-se-á as características físicas dos corpos de provas fabricados com incorporação de água contaminada por metais pesados, juntamente com sua capacidade de imobilização desses metais. Por fim, o estudo proporciona uma destinação econômica e sustentável, contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico da região Centro-Oeste, subsidiando a conservação ambiental em regiões produtivas.

Palavras-chave


Biomassa vegetal, imobilização de metais pesados, tijolos de concreto.